Estudantes de Paraty protestam por educação durante a Flip

Grupo sentou-se em frente à tenda principal da Flip e atraiu a atenção de parte dos frequentadores da festa

Por karilayn.areias

Rio - Estudantes do Colégio Estadual Mario Moura Brasil do Amaral e professores fizeram uma manifestação na tarde deste sábado no centro histórico de Paraty pedindo solução para problemas na educação pública.

A passeata percorreu as ruas da cidade, chamando a atenção do público da Festa Literária Internacional de Paraty (Flip), com palavras de ordem e cartazes que pediam mais investimentos em educação. Os estudantes também criticavam a realização dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos do Rio de Janeiro.

"É ou não é piada de salão, na cidade da Flip tá faltando educação", gritavam os alunos, que relataram lidar com falta de professores e cortes de gastos.

O grupo sentou-se em frente à tenda principal da Flip e atraiu a atenção de parte dos frequentadores da festa, que fotografaram e pararam para ouvir as reivindicações.

Outros movimentos sociais marcaram uma manifestação em defesa dos povos tradicionais da região. Os atos devem se unir hoje à tarde, no centro histórico de Paraty. Chamado de Ocupa Flip, o movimento unificado chegou a ser anunciado em uma das mesas do evento pelo curador Paulo Wernerck.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia