Tocha olímpica retorna à Santa Catarina a 27 dias dos Jogos

Em Florianópolis será realizado neste sábado o revezamento número 224 da tocha

Por gabriela.mattos

Rio - Um dos símbolos dos Jogos 2006, a Pira Olímpica, retornará para Santa Catarina neste sábado, onde permanecerá até quinta-feira. A cidade de Sombrio, no Sul do Estado, vai ser a primeira cidade a recebê-la, e em seguida, Araranguá e Criciúma vão ser os locais por onde a tocha passará. Amanhã, Florianópolis vai receber o evento que contabilizará a cidade número 224 do revezamento da Tocha Olímpica Rio 2016. Faltam 27 dias para o início do evento.

Os responsáveis pela condução da Pira Olímpica em Sombrio serão o maratonista Darci Santos Silva, Raí da Costa Pereira, estudante, o para-atleta de Içara, João Paulo Santiago e o parceiro da Rio-2016, Jean Carlos de Almeida. Bruno Arceno Nunes, portador de síndrome de Down, também participará.

Para Florianópolis são esperados 105 condutores no revezamento, que vão percorrer 25 quilômetros, seguindo a rota em direção a Biguaçu, Balneário Camboriú, Itajaí, Ilhota, Gaspar, Blumenau, Massaranduba, Jaraguá do Sul, São Francisco do Sul e Joinville. Até sexta-feira mais de 7.700 pessoas terão conduzido a chama.

Até sexta%2C mais de 7.700 pessoas terão conduzido a chama desde que chegou ao país em 27 de abril. Tocha foi acessa seis dias antes na GréciaJefferson Bernardes / Agência Preview / Setel RS

A condução do símbolo da Olímpiada pelo Sul do país, reuniu grandes nomes da televisão e do esporte. A apresentadora de TV Patrícia Poeta, nascida no interior do Rio Grande do Sul, se juntou à apresentadora Cristiane Dias, natural da capital gaúcha, para celebrar a passagem da chama. Outros nomes importantes foram a judoca Mayra Aguiar, a velejadora Fernanda Oliveira e os ex-jogadores de vôlei Tande, Marcelo Negrão e Paulão. Além da ginasta Daiane dos Santos e a participação do técnico do Grêmio, Roger Machado, e o ex-jogador Tinga, que foi sucesso pelo Grêmio e pelo Internacional.

Ao fim da jornada pela Região Sul do Brasil, a tocha segue para o Sudeste. No dia 16, Itararé, em São Paulo receberá a chama, que seguirá em direção a Itapeva, Capão Bonito, entre outras. A última cidade paulista será Ubatuba, chegando em Paraty, no Rio de Janeiro, no dia 27.

A tocha foi acesa em Olímpia, na Grécia, no dia 21 de abril, cidade considerada berço dos Jogos Olímpicos. No dia 27 de abril ela veio para o Brasil para começar o revezamento em Brasília, que teve início no dia 3 de maio. Serão 300 cidades percorridas em todo o território brasileiro e cerca de 12 mil pessoas deverão conduzi-la até a abertura dos Jogos, em 5 de agosto.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia