Fuzil gigante na Nova Holanda impressiona

Arma de bandido é modificada para aumentar capacidade e facilitar uso

Por O Dia

Homem de farda camuflada com fuzil gigante em cima lambretaReprodução / Rio de Nojeira

Rio - A foto ao lado está sendo compartilhada em redes sociais como um retrato da guerra urbana que apavora o Rio, por explicitar o poderio bélico da bandidagem. Ela mostra um suposto traficante segurando um fuzil 7,62 equipado com mira telescópica e carregador em cruz. A imagem, feita na Favela Nova Holanda, foi anexada ao inquérito da 21ª DP (Bonsucesso) que investiga a venda de drogas no Complexo da Maré.

“Investigadores da 21ª DP reconhecem o local (da foto) como sendo a Rua Teixeira Ribeiro, na Favela Nova Holanda”, disse o delegado Wellington Pereira Vieira, titular da 21ª DP, citando o chefe do tráfico de drogas na Nova Holanda e no Parque União, Rodrigo da Silva Caetano, o Motoboy, ligado ao Comando Vermelho (CV).

O delegado Wellington Pereira Vieira descartou a possibilidade de facilitação por parte de policiais para a pessoa fotografada com o fuzil ter obtido a farda. “Não é um PM na foto. Qualquer um pode comprar a vestimenta”, argumentou o titular da 21ª DP (Bonsucesso).

Agentes da Polícia Civil contaram que o fuzil da imagem foi muito modificado para aumentar seu poder de fogo: além da mira telescópica, o carregador em cruz pode ter 120 munições e é mais fácil de ser trocado durante um confronto. O suposto criminoso ainda está com uma pistola no coldre. “É diferente do fuzil convencional. É mais potente e, com o carregador em cruz, ele troca mais rápido, é só girar e encaixar”, disse um agente.

Últimas de Rio De Janeiro