TV Alerj passa a operar em sinal aberto em 90 dias

Inaugurada em 2004, a TV Alerj transmite para todo o Estado do Rio as audiências públicas das Comissões Permanentes, as reuniões das Comissões Parlamentares de Inquérito (CPI) e as votações da Ordem do Dia do Plenário

Por O Dia

Rio - A TV Alerj passa a operar em sinal digital aberto na cidade do Rio de Janeiro dentro de, no máximo, 90 dias. O anúncio foi feito nesta terça-feira, pelo presidente em exercício da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj), deputado André Ceciliano (PT), durante a assinatura de um convênio com o Senado Federal. "Ao operarmos em sinal aberto, mais pessoas passarão a ter acesso ao canal. Será mais uma forma de prestarmos contas e de dar mais transparência ao trabalho do Poder Legislativo", disse Ceciliano.

A operação faz parte da Rede Legislativa de TV Digital Aberta. O sinal disponível será dividido entre todos os canais das diferentes instâncias do Poder Legislativo, cada um com sua própria programação. Na cidade do Rio, por exemplo, o sinal chegará pelo canal 15 UHF. Na frequência 15.1, será transmitida a programação da TV Senado; na 15.2, a da TV Alerj; a Câmara Federal estará na 15.3; e a Rio TV Câmara, na 15.4.

O assessor técnico da Secretaria de Comunicação do Senado, Natan Ferreira, destacou a importância da transmissão da TV Senado em canal aberto na capital. "Isso só foi possível através desse modelo de parceria e é muito importante para a população", ressaltou. O subdiretor-geral da TV Alerj, Jackson Emerick, disse que essa operação reforça a democracia. "Hoje a população já tem bastante acesso pela internet, mas a televisão ainda tem um alcance maior e acho que por isso as pessoas acompanharão com mais facilidade as votações que interferem diretamente em sua vidas. E isso, impactará na vida das pessoas e na dos parlamentares", afirmou.

Programação

Inaugurada em 2004, a TV Alerj transmite para todo o Estado do Rio as audiências públicas das Comissões Permanentes, as reuniões das Comissões Parlamentares de Inquérito (CPI) e as votações da Ordem do Dia do Plenário. O canal também conta com duas edições de telejornais às terças, quartas e quintas, além de diversos programas sobre temas relevantes para a população do Rio.

Últimas de Rio de Janeiro