Crianças morrem eletrocutadas em São Gonçalo

Meninos estavam soltando pipa, quando a linha com cerol cortou um fio de alta tensão, que caiu em cima deles

Por O Dia

Kauã (de azul) e Kaio aproveitavam as férias brincando juntos. Enel nega versão de moradores
Kauã (de azul) e Kaio aproveitavam as férias brincando juntos. Enel nega versão de moradores -
Rio - Dois meninos morreram eletrocutados, no fim da tarde desta segunda-feira, em São Gonçalo, na Região Metropolitana do estado. Eles, que não tiveram a identificação revelada, seriam irmãos e estariam soltando pipa na comunidade da Cerâmica, no bairro Porto do Rosa, quando a linha com cerol cortou um fio de alta tensão, que caiu em cima deles.
O quartel de São Gonçalo do Corpo de Bombeiros foi acionado e esteve no local, por volta das 17h30. Os agentes levaram os menores para o Hospital Estadual Alberto Torres (Heat), no Colubandê, mas eles não resistiram aos ferimentos.
Em um vídeo que circula na Internet é possível ver o fio de alta tensão sobre o corpo das crianças no momento do choque elétrico. A mãe deles grita ao fundo diante da cena.
Caso aconteceu na comunidade Cerâmica - Reprodução / Internet
Procurada pelo DIA sobre o fio de alta tensão já estar solto, a Enel afirmou, através de nota, que relatos de moradores, mencionados no boletim de ocorrência sobre o incidente, apontam que o cabo de energia teria sido rompido por uma linha de pipa. A empresa diz também que seguirá apurando as causas do ocorrido; veja a nota na íntegra!
A Enel Distribuição Rio lamenta profundamente o acidente ocorrido no fim da tarde de ontem (13/01) em São Gonçalo. A empresa reforça que não há registros de reclamações anteriores ao acidente relacionadas à fiação danificada na região, nos canais de atendimento da distribuidora.
Sobre as possíveis causas do ocorrido, a empresa esclarece que relatos de moradores, mencionados no Registro de Ocorrência sobre o acidente, apontam que o cabo de energia teria sido rompido por uma linha de pipa. A concessionária, no entanto, segue apurando as causas.
A Enel reafirma sua disposição em oferecer apoio aos familiares das vítimas. Representantes da concessionária estiveram na manhã de hoje (14/01) no Instituto Médico Legal para oferecer suporte.
Sobre o fornecimento de energia, a concessionária informa que enviou uma equipe ao local assim que tomou conhecimento do acidente, mas os técnicos foram impedidos de acessar a região. Por medida de segurança, a concessionária interrompeu remotamente o fornecimento de energia na área. Na manhã de hoje (14), técnicos da empresa estiveram novamente no local e restabeleceram o serviço.
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Galeria de Fotos

Kauã (de azul) e Kaio aproveitavam as férias brincando juntos. Enel nega versão de moradores Arquivo Pessoal
Caso aconteceu na comunidade Cerâmica Reprodução / Internet

Comentários