O zodíaco suburbano

E se os bairros do subúrbio fossem signos? Já imaginaram coisa assim?

Por André Gabeh

André Gabeh
André Gabeh -
Rio - Estava a pensar algo de extrema relevância pra humanidade (muitos risos, muitos risos mesmo) e resolvi escrever aqui na coluna: E se os bairros do subúrbio fossem signos? Já imaginaram coisa assim?

Tracei um mapa astral aqui no meu roncó lúdico e vou compartilhar meu momento ZORA YONARA com vocês.

ÁRIES - Gênio forte, impulsivo, divertidíssimo, perigoso e imprevisível; é inesquecível pra quem o conhece, possessivo praqueles de seu afeto e agressivo com gente que chega de supetão em seu mundo . Explosivo, é do tipo ame-o ou deixe-o. ÁRIES é o JACARÉ./JACARÉZINHO.

TOURO é SEPETIBA - Lugar pra você ir no fim de semana e comer, andar um pouco, sentar num lugar e comer mais um pouco e beber também, descansar pra fazer a digestão, cantar num karaokê, comer mais, curtir um banquete de saída de santo num dos milhares de terreiros disponíveis, descansar da gira, espairecer em algum culto numa igreja que estará ao ladinho do centro de macumba, comer uma pizza de sardinha que Irmã Luzia levou, chupar um sorvetinho pra rebater, tomar uma fresca na beira da praia, ir pra casa molinho com as caipifrutas dos quiosques, pedir sushi num dos vários restaurantes japoneses da Estrada do Piaí e dormir. Recomendo.

GÊMEOS – Nosso bairro geminiano tem dois lados que nem o signo, é meio confuso apesar de cheio de potencial e histórias pra contar, parece que vai pra todos os lados e realmente vai, tem de tudo um pouco, mesmo que bem pouquinho. GÊMEOS é Cascadura. Afinal só um bairro geminiano teria seu restaurante principal com o nome de outro bairro (sabem do que estou falando, né?? Parem de “Graça” e voltem pra “Vila” se não sabem). Na astrologia, GÊMEOS e SAGITÁRIO são signos opostos complementares, ou seja, são diferentes-iguais que contém um pouco um do outro de maneira que parecem ser duas faces diferentes numa mesma cabeça. Filosofei. Quando chegar Sagitário vocês vão concordar comigo...

CÂNCER é VILA ISABEL, poética, romântica, tradicional, territorialista. Meio à beira de uma explosão, às vezes explode mesmo, e ficamos sem 639 pra voltar pra casa.

LEÃO é quem? Quem é a Gávea do Subúrbio? O suprassumo da arte, entretenimento e gastronomia da Zona Norte (isso tudo de acordo com seus moradores)? Mandão? Arrumado, mas perigoso? Vaidoso, mas meio desconstruído? Implicante e receptivo? Quem? RAIMUNDO NONATO?? NÃO!! É o MÉIER, né?? Tudo é da realeza por lá: Imperator, Impériodisso e daquilo, Rainha e Rei daquilo outro…

Virgem é a TIJUCA, né? Preciso desenvolver? Não, né? Tá mais claro que os dentes da Ivete Sangalo.

LIBRA é confuso, indeciso, fluido, carente... LIBRA É ENGENHEIRO LEAL, que está carecendo de atenção do Poder Público e vive a insegurança de não saber se é CASCADURA, CAVALCANTI, MADUREIRA ou se é ENGENHEIRO LEAL mesmo. Aliás, Eng. Leal tem dúvidas até se realmente existe. (Mas existe sim, morei lá. Se bem que não sou uma boa referência de confiabilidade).

Misteriosa, lúgubre, simples e acolhedora só pra alguns escolhidos, direta e com um lado tétrico marcante, INHAÚMA é ESCORPIÃO até a última gota de piche.

SAGITÁRIO? Maluca, confusa, maravilhosa e terrível ao mesmo tempo? Rebú, fuzuê, gritaria? Velha Guarda Tradicional junto com os LGBTs mais modernos? Tiro e prece? Atraente e apavorante? Sincrética e pagã? NADA É MAIS SAGITÁRIO NESSE MUNDO DO QUE MADUREIRA, o bairro mãe e pai do Subúrbio Carioca. Amém?

CAXIAS é Município, mas só ela me vem à mente quando penso na VISÃO AMBICIOSA, EMPREENDEDORA, e na TENACIDADE de CAPRICÓRNIO. Fora que botar uma escola de samba do lado de uma rodoviária é coisa muito Capricorniana. O povo samba e parte. Genial.

Absolutamente peculiar, e com a estranha característica de parecer uma ilha isolada dos outros bairros ao mesmo tempo que é parte integrante e pitoresca do nosso subúrbio, a bucólica PENHA é nosso AQUÁRIO.

Indefinida, macambúzia, acolhedora, romântica, singela, familiar e ao mesmo tempo perigosa como cutucar onça com maria mole? PRAÇA SECA é tão PEIXES que a secura de seu nome soa como sarcasmo.

Concorda?
 
 

Comentários