Eduardo Alves (62) baleado na Comunidade da Linha - Reprodução/ Tv Globo
Eduardo Alves (62) baleado na Comunidade da LinhaReprodução/ Tv Globo
Por O Dia
Publicado 20/10/2020 19:39 | Atualizado 20/10/2020 21:20
Na tarde desta terça-feira (20), Eduardo Alves (62) foi morto após ser atingido na cabeça por uma bala perdida durante operação da PM em uma Comunidade do Bairro São Mateus, em São João de Meriti, na Baixada Fluminense. Segundo a Associação de moradores da Comunidade da Linha, a vítima estava voltando do médico no momento do ocorrido.
De acordo com a PM, uma operação para retirada de barricadas nos bairros de São Matheus, Tomazinho, Jaqueira, Linha, Caixa D’Água, Bacia do Éden e Castelinho estava sendo realizada, quando agentes ouviram tiros vindos da Comunidade da Linha.
Publicidade
A equipe afirma que policiais não fizeram disparos e, ao chegarem no local, avistaram um homem ferido caído ao solo e próximo de um farto material entorpecente largados no chão.
Em entrevista para o G1, Viviane Alves, sobrinha da vítima, diz que o tio tentou sinalizar que era morador antes de ser baleado. "Quando ele chegou na metade do caminho e que os policiais começaram a entrar, bandidos .... ele levantou a mão, dizendo que era morador, e mesmo assim ninguém respeitou e deram tiros nele".
Publicidade
Nas redes sociais, Yasmim Alves, outra sobrinha de Eduardo, diz que a família está sem chão: "Estamos muito tristes. Meu tio era morador e, infelizmente, estava passando no local na hora do ocorrido", desabafa.
A ocorrência está sendo investigada pela Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense e o local já foi isolado.
Publicidade