A vereadora Luciana Novaes durante manifestação no Centro  - Divulgação
A vereadora Luciana Novaes durante manifestação no Centro Divulgação
Por O Dia
Publicado 18/01/2018 19:59 | Atualizado há 3 anos

Rio - A vereadora Luciana Novaes (PT) foi atingida por spray de pimenta durante uma manifestação dos trabalhadores da saúde, na tarde desta quinta-feira, em frente à Prefeitura do Rio, na Cidade Nova. Ela, que é tetraplégica e respira com a ajuda de um aparelho — que neste caso levaria a substância direto ao pulmão — precisou ser retirada às pressas do local. Um vídeo enviado ao DIA mostra a confusão.

 De acordo com a assessoria de Luciana, a parlamentar falava no carro de som quando foi interrompida pela Polícia Militar, que lançou jatos de spray de pimenta em sua direção e dos demais manifestantes. A vereadora, que anda com uma técnica de enfermagem, recebeu os primeiros socorros e passa bem, mas se queixa da truculência da PM.

“Era uma manifestação pacífica, a Guarda Municipal pediu para eles liberarem uma das pistas e eles liberaram, estava tudo tranqüilo, não tinha motivo para aquilo”, afirma Luciana. Ainda segundo a assessoria da vereadora, foi feito um "muro humano" em volta da parlamentar, para protegê-la da substância e retirá-la do local em segurança. Luciana Novaes disse que estar estudando as medidas legais cabíveis para o caso. 

Procurada pelo DIA, a Polícia Militar informou que, segundo o comandante do 4º BPM (São Cristóvão), foi necessário 'o uso progressivo da força para desobstruir a via e garantir o direito de ir e vir da população'. Ainda de acordo com o comandante, nenhuma queixa foi registrada no batalhão nesse sentido.

 

 

Você pode gostar
Comentários