Mais Lidas

Acompanhe em tempo real a apuração do Grupo Especial do Rio

Salgueiro, Mangueira e Portela são as favoritas do Carnaval 2018

Por O Dia

Neguinho da Beija-Flor, um dos mais antigos intérpretes da Avenida, fará dobradinha ano que vem
Neguinho da Beija-Flor, um dos mais antigos intérpretes da Avenida, fará dobradinha ano que vem -

Rio - Apurados sete quesitos, Mocidade, Salgueiro, Portela, Tuiuti, Unidos da Tijuca e Mangueira

são as seis primeiras colocadas da apuração do Grupo Especial. Público grita 'Fora Temer' no Sambódromo. Samba-enredo será o primeiro quesito de desempate. 

Ao todo, 13 escolas passaram pela Marquês de Sapucaí em dois dias. Acadêmicos do Salgueiro, Portela e Estação Primeira de Mangueira são as favoritas para conquistar o título. 

ACOMPANHE A APURAÇÃO DO GRUPO ESPECIAL EM TEMPO REAL.

Rio - A campeã do Grupo Especial do Carnaval carioca será escolhida nesta Quarta-Feira de Cinzas. A apuração dos desfiles começará a partir das 15h30, quando também será conhecido o critério de desempate das agremiações. Ao todo, 13 escolas passaram pela Marquês de Sapucaí em dois dias. Acadêmicos do Salgueiro, Portela e Estação Primeira de Mangueira são as favoritas para conquistar o título.

Confira como foram os desfiles

Unidos da Tijuca

A Unidos da Tijuca entrou na Sapucaí neste segunda-feira para tentar deixar para trás os problemas do ano passado, quando uma alegoria da escola acabou afundando na Avenida, prejudicando completamente o seu desfile. E a agremiação do Borel foi bem sucedida. Com um enredo sobre ator e dramaturgo, Miguel Falabella, a Tijuca divertiu o público na Sapucaí e abriu bem o segundo dia de desfiles do Especial.

Carnaval 2018 - Desfile das Escolas de Samba do Grupo Especial na Avenida Marques de Sapucaí. G.R.E.S. Unidos da Tijuca - Marcio Mercante

Portela

Uma das campeãs do ano passado, a Portela passou na Sapucaí disposta a emocionar. As belas fantasias da escola, uma marca da carnavalesca Rosa Magalhães, que fez a sua estreia pela agremiação deram o tom do desfile da Águia. A apresentação emocionou a Sapucaí, apesar de apresentar alguns problemas relacionados principalmente aos menores recursos que a Portela teve para este Carnaval.

Tradicional Águia da Portela abriu desfile da escola de Madureira e Oswaldo Cruz - Marcio Mercante

União da Ilha

Conhecida por desfiles com muita leveza, a União da Ilha do Governador fez uma animada apresentação nesta segunda-feira na Sapucaí. Com um enredo sobre a culinária brasileira a escola chamou a atenção pelas belas cores que exibiu na Avenida. A agremiação sustentou bem os quesitos de chão e levantou o público no Sambódromo.

Carnaval 2018 - Desfile das Escolas de Samba do Grupo Especial na Avenida Marques de Sapucaí. G.R.E.S. União da Ilha do Governador - Alexandre Brum

Salgueiro

Quarta escola a entrar na Sapucaí, o Salgueiro teve uma grande apresentação nesta segunda-feira. Com belas alegorias e fantasias e com um chão arrasador, a escola da Tijuca se credencia como um das favoritas ao título do Carnaval de 2018. A apresentação coroou o trabalho de estreia do carnavalesco Alex de Souza.

Carnaval 2018 - Desfile das Escolas de Samba do Grupo Especial na Avenida Marques de Sapucaí. G.R.E.S. Academicos do Salgueiro - Daniel Castelo Branco

Imperatriz

A Imperatriz Leopoldinense enfrentou a dificuldade de entrar na Sapucaí, logo após a bela apresentação do Salgueiro que sacudiu a Avenida. A escola de Ramos cumpriu um bom papel, mesmo estando distante da agremiação da Tijuca. O belo samba-enredo deu o tom a apresentação que contou com um capricho grande nas fantasias. O desfile, no entanto, apresentou alguns problemas, principalmente em alegorias e evolução.

Carnaval 2018 - Desfile das Escolas de Samba do Grupo Especial na Avenida Marques de Sapucaí. G.R.E.S. Imperatriz Leopoldinense - Daniel Castelo Branco

Beija-Flor

Última escola a desfilar, a Beija-Flor de Nilópolis voltou a experimentar na Sapucaí. Com um tema crítico, a escola da Baixada Fluminense não conseguiu repetir os bons desempenhos de Mangueira e Tuiuti no último domingo. O enredo da agremiação foi desenvolvido de forma muito confusa e as alegorias apresentaram acabamento abaixo do esperado. Os pontos positivos foram os quesitos de chão.

Enredo da Beija-Flor foi desenvolvido de forma muito confusa e as alegorias apresentaram acabamento abaixo do esperado - Daniel Castelo Branco

Império Serrano

Após oito anos na Série A, o Império Serrano cumpriu o seu papel no desfile de retorno ao Especial. A escola da Serrinha superou a desconfiança de antes do Carnaval e realizou uma boa apresentação neste domingo. Os pontos fortes da escola foram as alegorias, que mostraram um belo acabamento e a condução do samba-enredo pela bateria do Mestre Gilmar. Os pontos negativos ficaram por conta das fantasias, que não mantiveram o nível dos carros, além de alguns problemas de evolução. Além disso, a escola acabou acelerando o seu final e acabou terminando o desfile antes do tempo mínimo.

Carnaval 2018 - Desfile das Escolas de Samba do Grupo Especial na Marques de Sapucaí. G.R.E.S. Império Serrano - Alexandre Brum

 

São Clemente

Segunda escola a passar na Avenida neste domingo, a São Clemente apresentou muita beleza estética na Sapucaí. Estreante no Especial, Jorge Silveira assinou um desfile de muita qualidade nas alegorias e nas fantasias. O enredo foi de fácil entendimento para que acompanhou a escola. A agremiação, no entanto, apresentou irregularidades nos quesitos de harmonia e evolução.

Vila Isabel

A Vila Isabel apresentou um visual bem diferente do que costumou levar para a Sapucaí em sua história. Com o enredo "Corra que o futuro vem aí", de Paulo Barros, a escola veio com uma cara bem futurista e impressionou o público no Sambódromo. Com alegorias e fantasias bem acabadas, a escola manteve um nível bom nos quesitos de chão e deverá brigar pelos primeiros lugares no grupo Especial.

Paraíso do Tuiuti

Quarta escola a entrar na Sapucaí neste domingo, a Paraíso do Tuiuti levantou a Avenida. De forma surpreendente, a agremiação superou a desconfiança por conta do acidente do ano passado e passou com um desfile impressionante no Sambódromo. Além das belas alegorias e fantasias, a escola exibiu um canto muito forte que a permite inclusive sonhar com uma colocação longe da luta contra o rebaixamento para a Série A.

Grande Rio

A estreia de Renato Lage pela Grande Rio não foi do jeito que a escola de Caxias esperava. Com um enredo sobre o apresentado Chacrinha, morto em 1988, a escola teve alguns problemas em alegorias que acabaram comprometendo a agremiação de Caxias. Considerada uma das favoritas ao título, a Grande Rio dificilmente conseguirá brigar pela conquista inédita.

Mangueira

Um dos momentos mais esperados da domingo, a Mangueira não decepcionou o público da Sapucaí. Novamente o carnavalesco Leandro Vieira mostrou a sua marca com belíssimas fantasias e alegorias extremamente bem acabadas. Nos quesitos de chão a escola também cumpriu o seu papel levantando a Avenida com o seu belo-samba. O desfile só não foi perfeito, porque algumas alegorias da escola apresentaram pequenos problemas, com o abre alas que passou em boa parte do desfile com uma parte apagada. A agremiação verde e rosa irá lutar pelo título.

Carnaval 2018 - Desfile das Escolas de Samba do Grupo Especial na Marques de Sapucaí. G.R.E.S. Estação Primeira de Mangueira - Severino Silva

Mocidade

Última escola a desfilar no primeiro dia de desfiles, a Mocidade passou pela Sapucaí praticamente o tempo todo com o dia claro. A escola de Padre Miguel cumpriu um bom papel, porém, alguns deslizes deixaram a luta pelo bicampeonato do Carnaval um pouco mais complicada. A escola deverá lutar por uma vaga entre as primeiras do Especial.

 

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Galeria de Fotos

Neguinho da Beija-Flor, um dos mais antigos intérpretes da Avenida, fará dobradinha ano que vem Divulgação
Salgueiro levou um enredo sobre mulheres negras neste ano Daniel Castelo Branco
Enredo da Beija-Flor foi desenvolvido de forma muito confusa e as alegorias apresentaram acabamento abaixo do esperado Daniel Castelo Branco
Mangueira é uma das favoritas deste ano Severino Silva
Carnaval 2018 - Desfile das Escolas de Samba do Grupo Especial na Avenida Marques de Sapucaí. G.R.E.S. Unidos da Tijuca Alexandre Brum
Carnaval 2018 - Desfile das Escolas de Samba do Grupo Especial na Avenida Marques de Sapucaí. G.R.E.S. Unidos da Tijuca Marcio Mercante
Portela e a sua tradicional Águia Marcio Mercante
Carnaval 2018 - Desfile das Escolas de Samba do Grupo Especial na Avenida Marques de Sapucaí. G.R.E.S. União da Ilha do Governador Alexandre Brum
Carnaval 2018 - Desfile das Escolas de Samba do Grupo Especial na Avenida Marques de Sapucaí. G.R.E.S. Academicos do Salgueiro Daniel Castelo Branco
Carnaval 2018 - Desfile das Escolas de Samba do Grupo Especial na Avenida Marques de Sapucaí. G.R.E.S. Imperatriz Leopoldinense Daniel Castelo Branco
Carnaval 2018 - Desfile das Escolas de Samba do Grupo Especial na Marques de Sapucaí. G.R.E.S. Império Serrano Alexandre Brum
Carnaval 2018 - Desfile das Escolas de Samba do Grupo Especial na Marques de Sapucaí. G.R.E.S. Sao Clemente Alexandre Brum
Carnaval 2018 - Desfile das Escolas de Samba do Grupo Especial na Marques de Sapucaí. G.R.E.S. Vila Isabel Alexandre Brum
Os patos da Fiesp, usados nas manifestações pelo impeachment de Dilma Rousseff, foram representados como fantoches no enredo da Tuiuti, que criticava ainda a Reforma Trabalhista Severino Silva
Carnaval 2018 - Desfile das Escolas de Samba do Grupo Especial na Marques de Sapucaí. G.R.E.S. Academicos do Grande Rio Daniel Castelo Branco
11.02.2018 - Carnaval Rio 2018 - Desfile na Sapucaí - Mocidade - Grupo Especial - Gabriel Nascimento / Riotur
Desfile da Beija-Flor de Nilópolis Daniel Castelo Branco
Carnaval 2018 - Desfile das Escolas de Samba do Grupo Especial na Avenida Marques de Sapucaí. G.R.E.S. Beija Flor de Nilópolis Severino Silva

Comentários