Viagem à terra para resgate

Imagine que estamos numa viagem. Saímos de um lugar distante para uma missão especial: ajudar em um resgate

Por O Dia

Rio - Ensinamentos espirituais costumam conter um lado esotérico e outro mais literal, parabólico. Veja a história a seguir e tente descobrir onde você se encontra nela.

Imagine que estamos numa viagem. Saímos de um lugar distante para uma missão especial: ajudar em um resgate.

Para realizarmos nossa tarefa, juntamente com muitos outros voluntários, passamos por alguns treinamentos. Nesses treinamentos-aula nos ensinaram várias coisas e nos entregaram um kit com recomendações úteis, lembretes que deveríamos carregar conosco durante nossa estadia.

Para atuar na Terra precisaríamos de um equipamento especial, por isso nos foi dado um corpo apropriado às condições do planeta. Junto com o corpo veio essa recomendação: cuide bem dele, mas não se identifique com ele. Ele é só o instrumento.

Outras recomendações que a tripulação recebeu, para bem atuar junto a nós: não julgar, pois a mente é uma fábrica de julgamentos; concentre-se no coração e se inspire nele para agir ele é um porta-joias e sua essência é o amor. O coração ilumina a razão e inspira o discernimento; não esqueça sua origem e propósito; o mundo tem muitos atrativos e há o risco de você esquecer quem você de fato é e qual a sua missão.

Você terá muitos amigos nessa viagem. Como identificá-los? São amorosos, impessoais, pacientes e perseverantes... São altruístas, simplesmente. E pregam o amor, acima de tudo. Esta é a nota chave para a identificação.

São eles que vieram nos resgatar, elevar nosso nível de consciência para um estágio superior, o da unidade da vida. E, tanto quanto eles, devemos ter sempre em mente a missão que nos trouxe para cá.

Quem somos? De onde viemos? Qual o nosso propósito? Você ainda se lembra? Vamos!

Comentários