Alegria no Ar
Coluna
Alegria no Ar
Com Fernando Mansur

Harmonia cósmica

Não haveria mal ou desarmonia na Terra, se não houvesse conflito de vontades humanas

Por Fernando Mansur

Ensina 'A Tradição Esotérica' que a mais estrita e imparcial justiça rege os Mundos, pois é o resultado da Harmonia Cósmica permeável por toda parte, e quebrada apenas pelo exercício do livre-arbítrio de seres que, insensatamente e em vão, tentam desarmonizar esse equilíbrio.

O próprio coração da Natureza Universal é a compaixão ou o que muitos chamam de Amor Infinito, que significa Harmonia Infinita.

Não haveria mal ou desarmonia na Terra, se não fosse esse conflito de vontades humanas. O mal não é criado do nada. O bem não é criado do nada. O primeiro é desarmonia, o segundo é harmonia. São dois polos da mesma origem.

Que sublime é a ideia de que cada indivíduo é um Agente da Harmonia Cósmica e do destino resultante, quer o reconheça ou não. Vivemos num Universo da mais estrita ordem e regularidade, a Lei Cósmica opera em toda parte. Logo, qualquer pessoa que lança em desarmonia até a mais ínfima porção do ambiente em que se encontra, torna-se desafinada proporcionalmente com o Todo Cósmico, o qual reagirá sobre ela.

A Compaixão é a lei fundamental da Natureza. E o dever natural de todo ser humano é ajudar a Natureza e trabalhar com ela. É nosso dever ajudar os seres que compõem a Natureza.

Agradeço ao International Theosophy Conferences por ter disponibilizado esses artigos de G. de Purucker, cujos extratos compartilhei com você durante este mês.

Comentários