Por lucas.cardoso
Publicado 01/11/2016 21:44 | Atualizado 01/11/2016 22:27

Rio - A Chevrolet vai exibir no Salão de São Paulo o seu compacto elétrico Bolt. Com a carga das baterias cheia, o crossover é capaz de percorrer mais de 380 quilômetros. O carro tem o sistema que aproveita a energia dissipada nas desacelerações e frenagens para recarregar, como visto em Toyota Prius e Ford Fusion Hybrid. Basta o motorista tirar o pé do acelerador para que o processo entre em ação.

Adicionalmente, o Bolt tem a tecnologia de carregamento em tomada, para abastecimento doméstico. O sistema de 240V permite recarga rápida. Segundo a Chevrolet, uma hora de energia elétrica corresponde a cerca de 40 quilômetros de autonomia. Já em estações públicas de alta voltagem, infraestrutura inexistente ainda no Brasil, trinta minutos correspondem a aproximadamente 150 quilômetros de autonomia.

Com a carga máxima modelo consegue percorrer mais de 380 quilômetrosDivulgação

O Bolt é produzido nos Estados Unidos, onde começa a ser vendido lá ainda este ano por cerca de 30 mil dólares, já considerando os incentivos tributários concedido pelo governo americano. Comparando o mercado deles, o preço é similar ao de um automóvel médio movido a gasolina.

DESEMPENHO ESPORTIVO

Segundo a Chevrolet, o motor do Bolt supera os 200 cv, que na prática rendem boas arrancadas e retomadas. Em relação ao desenho do carro, a montadora da gravata explica que o formato compacto do crossover é dado pelo fato do conjunto de baterias estar instalado sob o piso, numa configuração plana. O elétrico GM tem um entre-eixos de cerca de 2,6 m, capô curto e ampla área envidraçada.

No repertório tecnológico do modelo, destaque para o sistema de navegação capaz de apontar estações de recarga próximas e de traçar rotas que priorizem a autonomia. Além deste, há equipamentos encontrados no portfólio da marca como o OnStar, Mylink de 10,2" com Apple CarPlay e Android Auto, e internet 4G via Wi-Fi.

Você pode gostar