Cronos: bom acabamento e nível de equipamentos

Sedã compacto da Fiat chegou para acirrar briga no segmento. Modelo tem preços que partem dos R$ 59 mil

Por Lucas Cardoso

Para-choques e capô foram alongados e dão ar mais imponente ao modelo -

Rio - Já diz o ditado popular: os últimos serão os primeiros. O Fiat Cronos foi o último modelo da safra de carros no segmento sedã compacto a chegar. Mas parece ter aproveitado bem o tempo. Segundo dados da Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave), o modelo vendeu 3.382 unidades no mês passado 500 unidades a menos se comparado ao seu principal concorrente, o Volkswagen Virtus, lançado um mês antes. Durante uma semana, o DIA testou a versão Precision 1.8 Manual do modelo que custa R$ 62.990.

Robusto e com cara de enfezado, o modelo chama atenção por onde passa. Seu design cheio de vincos tem linhas agressivas. No geral, alguns podem dizer que o modelo é apenas uma versão sedã do hatch Argo. E ele é, em alguns pontos. Seu interior, por exemplo, é igual ao do irmão menor. Nenhum ponto negativo nisso, já que esse quesito é de uma qualidade inquestionável. Materiais de ótimo acabamento e toque. Nada de rebarbas e parafusos a mostra. Essas são características que agradam ao público brasileiro.

Ainda no interior, a nova central multimídia Uconnect Touch de sete polegadas apresentada no Argo agrada e quase todas as funcionalidades necessárias. O equipamento pode ser controlado a partir do volante multifuncional. Nessa versão, infelizmente, o modelo não conta com sistema de navegação.

Combustível

Durante um teste de pouco mais de 300 quilômetros, o DIA avaliou o modelo em diversas situações de exigência. O primeiro trecho, com cerca de 200 quilômetros, o veículo circulou com Etanol. É possível perceber que o 1.8 E.torQ Evo VIS de 139 cv de potência e 19,3 quilos de torque não tem um consumo tão agradável. No período, o painel de instrumentos de sete polegadas TFT do modelo apresentou uma média de consumo de 8,7 km/l. Já no segundo trajeto, quando foi percorrido cerca de 100 quilômetros com gasolina, o sistema mostrou um resultado de 10,6 km/l. A diferença parece ser reflexo do tempo de vida do motor, que teve a sua primeira geração lançada por aqui em 2010 e merece uma renovação.

Apesar do tempo de vida, o motor não deixou a desejar no quesito força. Ultrapassagens e retomadas foram realizadas com alguma facilidade e sem elevar muito o giro. Falando sobre o tema, a Fiat fez um trabalho excelente com o isolamento acústico do modelo. Mesmo pisando fundo e exigindo do carro, o silêncio no interior impera. Mas há pontos negativos: o câmbio manual de cinco marchas da marca continua com curso longo demais e engates imprecisos. A direção é elétrica.

Dimensões

Nas dimensões, se comparado ao Argo, o modelo cresceu apenas no comprimento. São cerca de 36 centímetros a mais na medida, resultando em 4.364 mm. A alteração foi necessária para que o modelo ganhasse mais espaço no porta-malas (525 litros). Apesar do ganho no comprimento, o modelo tem o mesmo entre-eixos do hatch (2,52m). A medida acomodou bem três adultos no banco traseiro com altura média de 1,70m. Com mais de 1,80m, quem senta na ponta poderá encostar a cabeça no teto.

Apesar de enfrentar trechos irregulares, a suspensão (independente McPherson na dianteira e eixo de torção na traseira) respondeu bem. Em raras situações, as imperfeições do solo foram transferidas para quem viajava no carro.

Segurança

Pesa positivamente no modelo a presença do cinto de três pontos e encostos de cabeça para todos os passageiros, bem como ancoramento para cadeirinhas infantis. Para o conforto, também há uma porta USB para quem senta atrás. Ainda para a segurança, o modelo conta com opcionais que incluem mais dois airbags laterais. Presentes na versão testada (Precision 1.8) controles eletrônicos de estabilidade e tração e assistente de partida em rampa estão disponíveis a partir da configuração Cronos DRIVE 1.3 GSR (R$ 60.990).

São opcionais na versão testada, ar-condicionado automático digital, espelho retrovisor interno com sensor de ofuscamento, espelhos retrovisores externos com rebatimento elétrico e puddle lamps, Keyless Entry'N' Go, sensor de chuva, sensor de luminosidade e rodas de liga leve de 17 polegadas.

Galeria de Fotos

Porta-malas de 525 litros é um dos maiores da categoria. Além de ser iluminado, compartimento conta com ganchos para fixação de bagagens Lucas Cardoso
Computador de bordo tem tela TFT e sistema multimídia com tela de sete polegadas. Equipamento é o mesmo utilizado no irmão menor, o Argo Lucas Cardoso
Combinando materiais de qualidade, interior passa ar de refinamento. Peças não tem rebarba e parafusos a mostra Lucas Cardoso
Modelo conta com mesma central multimídia Uconnect Touch de 7 polegadas utilizada no Argo Lucas Cardoso
Lanternas traseiras em LEDs invadem a lateral do carro e dão ar de esportividade ao sedã compacto Lucas Cardoso
Rodas utilizadas na versão Precision tem 16 polegadas. Kit de opcionais inclui rodas de liga leve aro 17. Lucas Cardoso
Modelo tem o mesmo entre-eixos do irmão menor, o Argo, mas seu comprimento foi alongado em 63 cm (4.36 m) Lucas Cardoso
Retrovisores tem rebatimento elétrico, repetidores de seta e LEDs que iluminam o chão na lateral do carro Lucas Cardoso
Para-choques e capô foram alongados e dão ar mais imponente ao modelo Lucas Cardoso
Diferente do Argo, modelo conta com novo para-choque e grade dividida por aste metálica Lucas Cardoso

Comentários

Últimas de Automania