Versão topo é equipada com para-choques esportivos e rodas de liga leve de 19 polegadas
 - Fotos Lucas Cardoso
Versão topo é equipada com para-choques esportivos e rodas de liga leve de 19 polegadas Fotos Lucas Cardoso
Por Lucas Cardoso

Rio - A montadora Volkswagen demorou para trazer a segunda geração do Tiguan ao Brasil, mas a versão R Line mostra que a espera valeu a pena. Versão topo de linha, a configuração tem sete lugares e é recheada de equipamentos, itens de segurança e de comodidade. Mas o destaque do modelo vai para a motorização 2.0 turbo de 220 cavalos, emprestada do Golf GTI. O SUV sai pelo preço de R$ 179.990.

Durante uma semana, o DIA testou a versão mais cara do SUV alemão. O modelo chama a atenção pelo visual, mas é debaixo do capô que está o seu principal diferencial. Trata-se de um imponente motor 2.0 litro de quatro cilindros com turbo-compressor. Chamado de TSI, o propulsor gera 220 cv e disponibiliza um torque vigoroso de 35,7 kg em baixa rotação.

Importado do México, o modelo esbanja desempenho graças ao motor. Foram pouco mais de 400 km rodados em trecho que combina estrada e cidade. Nessas condições, o modelo apresentou um consumo médio de 9,8 km/l. Um gasto razoável para um carro com 1.8 tonelada de peso. O resultado, em partes, é melhorado pelo câmbio automático de dupla embreagem e sete marchas. A transmissão é versátil e oferece opção de trocas esportivas. O modelo também conta com sistema start/stop.

Motor turbo 2.0 gera potência suficiente para empurrar o modelo. São 220 cv de força e mais de 35 kg de torque - Lucas Cardoso

No teste de zero a 100 km/h, o modelo surpreende. São apenas 6,8 segundos para alcançar a terceira casa decimal. Além disso, retomadas também foram feitas com tranquilidade. Basta relar no acelerador que os quatros cilindros despejam força nas rodas.

Outro recurso importante presente no modelo é a tração integral. O sistema 4Motion divide a força nas quatro rodas e funciona tanto de maneira esportiva quanto econômica. Nesse caso, a tração vai toda para a dianteira. Apesar de haver opções que permitam a utilização do modelo em solos irregulares, a versão R Line tem visual mais urbano.

Motor turbo 2.0 gera 220 cv de potência. Interior tem central multimídia de oito polegadas - Lucas Cardoso

Tamanho é documento

A Volkswagen estava devendo um SUV para o mercado brasileiro já fazia algum tempo. Com isso, a espera pelo Tiguan renovado era grande, como o seu espaço interno. O carro tem 4,70 metros de comprimento e 2,79m de entre-eixos.

O espaço interno é ótimo para cinco passageiros, mas a dupla que viajar na terceira fileira vai passar um dobrado. Apesar de a fileira da frente ser corrediça, acima de 1,70, qualquer um nos últimos bancos passará por dificuldades tanto na hora de acessar os assentos quanto na hora de se acomodar. Os lugares são mais indicados para crianças.

Segunda fileira

O túnel central baixo, mesinhas, a dupla saída do ar-condicionado, com comando de temperatura, e as duas portas USBs facilitam a vida de quem senta na segunda fileira. Todos têm cinto de três pontos e encosto para cabeça. O porta-malas com fechamento por botão tem duas capacidades: 686 litros (cinco lugares) e 237 litros (sete lugares).

O modelo Tiguan Volkswagen conta com sensores de estacionamento em todos os lados do carro e câmera de ré. Os itens facilitam na hora de estacionar o grandalhão. Além disso, há rebatimento elétrico dos retrovisores e retrovisor interno fotocromático, que evita o efeito de ofuscamento durante a noite.

Qualidade e tecnologia
Publicidade
Nada de prepotência no visual. Com materiais de qualidade, iluminação em LEDs e bancos em couro, a versão R Line esbanja conforto. Tecnológica, a versão topo conta com Central multimídia de oito polegadas com GPS e compatibilidade via Android Auto e Carplay, além de ter painel de instrumentos de 12,3 polegadas 100% digital.
No quesito segurança, o modelo é um dos poucos a oferecer tanto: freio de estacionamento eletrônico com Auto Hold, Isofix, controles de estabilidade e tração, assistente de partidas e descidas em rampas, detector de fadiga, sistema de frenagem de emergência e assistente de manobras. Completam a lista faróis em Full-LED automáticos com ajuste antiofuscante, assistente de descida e controle de cruzeiro adaptativo.
Publicidade
A versão R-Line conta com parachoques dianteiros e traseiros mais esportivos. Além disso, o modelo também tem teto solar.
Você pode gostar
Comentários