Conexão decisiva

Levantamento realizado por consultoria lista redes sociais mais utilizadas por potenciais compradores de carro. Pesquisa também mostrou marcas com melhor interação online

Por O Dia

A Hyundai foi a marca melhor avaliada pelo consumidor no estudo -

As redes sociais têm tido impacto direto no cliente, que cresce diariamente na escolha do carro. É o que aponta um estudo inédito da consultoria J.D. Power Brasil, divulgado na última semana, chamado de Digital Shopper Experience Study (DSE). Realizado em parceria com o portal iCarros, o levantamento avaliou a experiência de usuários no processo de busca por informações na internet. O Instagram foi a rede com maior influência.

De acordo com o estudo, a Hyundai foi a marca que mais satisfez os usuários nessa relação online. A segunda do ranking foi a Volkswagen. A satisfação média da indústria foi de 710 pontos numa escala máxima de 1.000 pontos. O estudo analisou a satisfação do potencial comprador na experiência de busca de um automóvel examinando seis fatores: conteúdo do site da montadora, navegação, velocidade, leiaute, interação com a concessionária e explicação do vendedor. "O estudo comprova a tendência de que os potenciais compradores estão cada vez mais conectados com as redes sociais, que passaram a exercer importante influência no processo de compra de um carro", comenta Fabio Braga, diretor de operações da J.D. Power Brasil.

Para o diretor da consultoria, o resultado é positivo. Mas poderia ser melhor. Segundo ele, as montadoras precisam estar mais atentas ao relacionamento com clientes nas redes sociais. "Apenas 33% dos usuários foram contatados pela empresa após navegarem em seu site ou rede social. Destes, só 23% com intenção de comprar um veículo zero quilômetro interagiu online com um vendedor", explica Fabio.

facebook foi mais usado

Foram entrevistados cerca de 1,5 mil clientes. Desse universo, 53% usou o Facebook durante a jornada de busca por um automóvel, 40% o Youtube e 31% o Whatsapp. Em último lugar, o Instagram, que só foi lembrado por 17% dos entrevistados. Por outro lado, a rede apareceu como o canal de maior influência para os potenciais compradores, com 793 pontos 19 à frente do Facebook (com 774 pontos em uma escala de até 1.000).

"A Hyundai identificou desde cedo a importância de estar fortemente estabelecida nos canais digitais e liderar esse processo de mudança do comportamento de compra do consumidor de automóveis. Investimos de maneira consistente a partir do lançamento do HB20, em 2012. Isso foi ampliado com a chegada do SUV Creta, em 2017", relembra Angel Martinez, atual diretor executivo de vendas, marketing e pós-venda da Hyundai Motor Brasil.

De acordo com o levantamento, os usuários preferem pesquisar sobre os veículos na web à noite, durante a semana e em casa. O estudo mostrou que 48% dos entrevistados realizam a busca online entre 18h e 21h. Em 91% dos casos, a pesquisa é feita de casa.

de segunda a sexta

Além disso, 88% fazem a busca de segunda a sexta-feira. Durante a procura, 35% buscam as informações sobre o modelo. Classificações e comentários correspondem a 32% dos acessos. Comparativo entre os veículos são feitos por 30% das pesquisas. Galerias de fotos correspondem a um índice de 25%. E, com 20%, dados sobre preços de serviços de pós-venda completa a lista das cinco principais informações.

 

Galeria de Fotos

A Hyundai foi a marca melhor avaliada pelo consumidor no estudo fotos Divulgação
GRAFICO RAKING ARTE O DIA
carro vale este ARTE KIKO
Dianteira tem visual agressivo e diferente Lucas Cardoso

Comentários

Últimas de Automania