Hyundai Creta 2020 muda visual e fica mais caro

SUV passou por reestilização sutil focada na dianteira, ganhou equipamentos e edição limitada. Preços subiram, em média, R$ 2 mil

Por O Dia

Para-choque dianteiro traz a maior parte das mudanças da linha. Peça tem vincos mais acentuados e nova abertura para os faróis de neblina. Atrás, defletores ficaram maiores
Para-choque dianteiro traz a maior parte das mudanças da linha. Peça tem vincos mais acentuados e nova abertura para os faróis de neblina. Atrás, defletores ficaram maiores -

A Hyundai acaba de lançar a linha 2020 do Creta com pequena reestilização e novos equipamentos. A mudança no visual chega após três anos do SUV no mercado brasileiro. Mas o design não é a única novidade: o Creta agora passa a contar com a versão limitada Lauch Edition. A inovação, contudo, cobrou dos preços que estão R$ 2.000 mais caros, em média, e vão de R$ 80.990 a R$ 107.990.

São, ao todo, cinco versões: Attitude 1.6 (única com câmbio manual), Smart 1.6, Pulse Plus 1.6, Launch Edition e a topo Prestige 2.0. Entre os destaques no design, chama atenção a grade frontal maior e o para-choque dianteiro com vincos mais acentuados. Ainda na dianteira, o modelo ganhou o conjunto de iluminação com DRL destacado e novo formato da luz de neblina.

A traseira também passou por mudanças. Agora, as lanternas têm luz em LED e defletores maiores (exclusivo da versão topo Prestige). O para-choque também foi redesenhado e passa a ter menos área de plástico fosco. Na lateral, todas as versões acrescentam rodas de liga leve 17 polegadas com novo padrão, algumas trazem ainda acabamento diamantado.

A edição Launch Edition (R$ 99.990) é limitada a 1,2 mil unidades e traz conteúdo baseado na configuração intermediária Pulse Plus (R$ 94.990). A versão traz de série itens como central multimídia de sete polegadas com TV, câmera de ré e ar-condicionado digital. Mas adiciona luz diurna de LED, antena do tipo barbatana, chave presencial com partida por botão e sistema Stop e Go, que desliga o motor em paradas rápidas para reduzir o consumo de combustível. No quesito acabamento, a edição inclui bancos em couro sintético marrom e mais quatro airbags, totalizando seis (frontais, laterais e de cortina).

Já anunciado na linha passado, o sistema de abertura e partida do carro por pulseira Key Band faz parte dos itens de série da versão topo Prestige (R$ 107.990). Além disso, a opção também inclui outros diferenciais como carregador de celular sem fio e rebatimento automático dos retrovisores.

No quesito motorização, o SUV fabricado em Piracicaba, interior de São Paulo, segue disponível com os motores 1.6 flex, que rende 130 cv, e o 2.0 flex de até 166 cv (só disponível na versão Prestige). O câmbio é automático em praticamente todas as versões, a exceção é a opção de entrada Attitude 1.6, que traz a transmissão maunal de seis velocidades.

Entre os sistemas de segurança, desde a versão Smart 1.6 automática (R$ 86.490) estão na lista de tecnologias controle de estabilidade e tração, frenagem de emergência e assistente de partida em rampa.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Galeria de Fotos

Para-choque dianteiro traz a maior parte das mudanças da linha. Peça tem vincos mais acentuados e nova abertura para os faróis de neblina. Atrás, defletores ficaram maiores Divulgação
Grade dianteira agora incorpora linhas dos faróis que também tem novo conjunto óptico Divulgação
Versão topo Prestige conta com sistema de chave via pulseira Divulgação
Para-choque dianteiro traz a maior parte das mudanças da linha. Peça tem vincos mais acentuados e nova abertura para os faróis de neblina. Atrás, defletores ficaram maiores fotos Divulgação
Traseira ganhou lanternas em LED, defletores que invadem a lateral e perdeu plástico fosco Divulgação
O Hyundai Creta foi o SUV mais emplacado no acumulado do ano passado Divulgação

Comentários