Briga e pancadaria na UPA de Cabo Frio neste fim de semana

Segundo a nota da Prefeitura de Cabo Frio os seguranças foram agredidos por um grupo alterado e embriagado

Por Juarez Volotão

Cabo Frio - Uma briga na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) do Parque Burle em Cabo Frio chamou a atenção de todos neste fim de semana. O vídeo - que você pode conferir aqui - viralizou nas redes e nos grupos de whatsapp do município. A pancadaria é entre alguns homens e os seguranças do local, que trocam socos e agressões e ainda vemos uma mulher deitada no chão, aparentemente se contorcendo e gritando. 
Segundo informações a briga ocorreu na madrugada de sábado (8). A Prefeitura de Cabo Frio informou em nota que o grupo estava embriagado e que os seguranças foram agredidos. 
Leia a nota da Prefeitura de Cabo Frio na íntegra: 
A Secretaria de Saude da Cabo Frio esclarece que funcionarios da UPA do Parque Burle foram vítimas de agressão praticadas por quatro pessoas na madrugada deste sábado (08). Por volta das 3 horas da manhã, três homens levaram uma mulher para ser socorrida após participarem de uma reunião social, com ingestão de bebida alcoólica. O grupo, que estava alterado, tentou burlar procedimento padrão de acolhimento de pacientes. No momento do atendimento da paciente, outros dois homens tentaram entrar no consultório médico e então um dos seguranças solicitou que apenas a paciente e um acompanhante continuassem no local.

Nesse momento, o segurança foi agredido com um soco no rosto. A paciente vendo a briga saiu do consultório e também agrediu o funcionário. Um segundo segurança que estava na Tenda de Triagem entrou na UPA para tentar defender o colega, quando os acompanhantes da pacientes ficaram ainda mais agressivos. Apenas nesse momento, os seguranças reagiram. Na tarde de sábado (08), o segurança, que foi ameaçado de morte, foi a delegacia de Cabo Frio para registrar boletim de ocorrência.

Outros funcionários da unidade que presenciaram o fato foram testemunhas. As imagens do circuito interno serão entregues para a polícia. A Prefeitura de Cabo Frio ressalta que não a paciente foi atendida imediatamente e que não havia falta de profissionais na unidade.

Comentários