José Bonifácio do PDT, prefeito eleito em Cabo Frio no dia 15 de novembro de 2020  - Assessoria
José Bonifácio do PDT, prefeito eleito em Cabo Frio no dia 15 de novembro de 2020 Assessoria
Por Juarez Volotão
Cabo Frio - O novo Prefeito eleito do município de Cabo Frio na Região dos Lagos do estado do Rio de Janeiro, José Bonifácio do PDT, revela estar surpreso com a votação de quase 45% do eleitorado cabo-friense, que o elegeu com 44.497 votos no último domingo (15) das eleições municipais. Em entrevista ao O Dia, Zé ainda fala das suas prioridades como Prefeito começando já em janeiro, como será o seu time e secretariado e afirma ainda que Cabo Frio é uma grande família e ele, governará para todos e que deseja ver as famílias cabo-frienses em harmonia e em paz. 
O Dia - Esperava uma vitória com essa diferença de votos?
JB - Desde o início da campanha, a nossa determinação era pela vitória, para ganhar as eleições. Mas ao longo da campanha, percebemos nas ruas o crescimento, a adesão, a simpatia, o tratamento com carinho, como éramos recebidos em cada bairro da cidade. Eu só pude sentir realmente a dimensão no próprio dia 15, quando, ao votar e depois percorrer alguns lugares da cidade, vi a maneira com que as pessoas se dirigiam a mim, pediam para tirar fotos, passavam gritando e buzinando nos carros. Me deu realmente uma sensação de vitória. Mas confesso que não imaginava chegar a quase 45% do eleitorado.
Publicidade
O Dia - Como você classifica a sua campanha?
JB - Uma campanha propositiva, sem ataques de qualquer ordem a nenhum dos adversários, que só abordou questões municipais. Não entramos no âmbito de discutir ideologias. E ao mesmo tempo, não nos preocupamos em fazer comparações com os adversários, e nem com os ataques de fake news que eu sofri, e sempre me recusei a responder. Apenas a nossa equipe de marketing carimbava em cima de cada um deles, colocava um carimbo de fake news. Ou seja, fizemos uma campanha de paz, de fraternidade, de muito amor por Cabo Frio, e não tenho dúvida de que essa diretriz nos ajudou a chegar perto dos 45 mil eleitores.
O Dia - O que Cabo Frio pode esperar do Prefeito José Bonifácio?
JB - Muito trabalho, presença constante nas ruas e um contato direto com a população, como fiz na campanha e venho fazendo nesses dias que se seguiram ao resultado das eleições. Será assim nos quatro anos de governo, com portas abertas para a população, falando sempre com a imprensa e presente nas redes sociais. Vamos dar transparência ao governo, mostrar a cada dia as receitas, a despesas, os motivos de cada escolha. É uma obrigação.
Publicidade
O Dia - Quais serão as suas prioridades para Cabo Frio no Governo? 
JB - São as prioridades que anunciamos durante a campanha. No dia 4 de janeiro nós já estaremos implantando 20 equipes de Saúde da Família. Ainda em janeiro, estaremos, possivelmente, publicando as regras da Parceria Público Privada que transformará a Morada do Samba em um Centro de Eventos e Feiras permanente de Cabo Frio. Obra que será feita com investimento privado, e a empresa que vencer a licitação vai explorar esse Centro de Eventos e Feiras por um tempo determinado. Evidente que a Educação é um dos pontos prioritários... eu diria Educação, Saúde e geração de empregos. Implantar as Zonas Especiais de Desenvolvimento, na região do Aeroporto, no Grande Jardim Esperança, e em Tamoios, para gerar empregos e aquecer a economia.
O Dia - Como será montada a sua equipe de Secretários e integrantes do primeiro escalão? Quando será divulgada?
JB - Vai acontecer paulatinamente, mas até o final de novembro eu já devo estar com toda a equipe definida. E o critério é aquele que anunciei, metade de mulheres e metade de homens, e isso também no segundo escalão.
Publicidade
O Dia - Nas últimas eleições presidenciais tivemos um Brasil dividido entre direita e esquerda, entre os contentes e descontentes com o presidente eleito. Por aqui, como será a posição do José Bonifácio com os eleitores, os que votaram e não votaram em você?
JB - Essa posição já foi anunciada antes das eleições. Durante a campanha, eu deixei muito claro que, se fôssemos eleitos, nós governaríamos para todos, sem discriminação de ninguém. Reafirmei isso no dia da comemoração das vitória, na Praça da Cidadania, onde eu inclusive pedi aos meus eleitores e amigos que estavam comemorando, que a comemoração se encerrasse naquela noite, que devíamos tratar os eleitores dos adversários, e também os próprios adversários, com muito respeito. Não provocar ninguém, não fazer o que ocorria durante a campanha, em que cada um gritava o número ou o nome do seu candidato na rua. Eu pedi que não fizessem mais isso, porque nós somos uma grande família em Cabo Frio. Temos que conciliar a cidade. Dou o exemplo da minha família, que era uma família de oito filhos, e cada um acabou tendo sua posição política. Nas eleições, cada um tinha o seu candidato, ficávamos divididos, e no dia seguinte já estávamos reunidos para o almoço. Queremos ver a família cabo-friense em harmonia e paz.
O Dia - Na sua opinião, o que te fez ganhar as Eleições?
JB - Acredito que são vários pontos, não existe único fator, mas eu diria que houve um sentimento de frustração com o governo do Dr. Adriano. Quando o Marquinho Mendes foi afastado da Prefeitura, acarretando em uma nova eleição, uma parcela majoritária da população elegeu o Dr. Adriano na expectativa de que o governo dele fosse dar a volta por cima, e rapidamente percebeu-se que isso não estava acontecendo. Ele ainda teve o azar de vir a pandemia no segundo ano de seu governo..E claro, acredito também que pela minha história, tendo sido prefeito duas vezes... são sete décadas e meia de vida na cidade. Ninguém tinha dúvida de quem era o Zé Bonifácio. Então esse voto não era uma dúvida, era uma certeza daquilo que a população já sabia sobre o nosso trabalho. Isso tudo, junto com o sentimento das famílias, resultou nesta vitória nas eleições.