Alegria no Ar
Coluna
Alegria no Ar
Com Fernando Mansur

A proximidade de Deus

Por

Já estamos muito próximos do Natal. A liturgia de hoje, que é o quarto e último domingo do Advento, é caracterizada pelo tema da proximidade de Deus. Trecho do Evangelho mostra as duas pessoas que participaram neste mistério de amor: Virgem Maria e o esposo José. O Filho de Deus vem ao ventre de Maria para se tornar homem e ela o aceita. Assim, Deus se aproximou do ser humano assumindo a carne de uma mulher. Também de nós Deus se aproxima com sua graça para entrar na nossa vida. E nós, como reagimos?

Acolhemos Jesus? Deixamos se aproximar ou afastá-lo? Do mesmo modo como Maria lhe permitiu mudar o destino da humanidade, recebendo Jesus e procurando segui-lo, podemos cooperar no seu desígnio de salvação.

O outro protagonista do Evangelho é São José. Sozinho ele não pode encontrar explicação para a gravidez de Maria. Então, Deus se aproxima dele e esclarece a natureza daquela maternidade. José confia de maneira total e permanece com Maria. Acolhendo Maria, acolhe consciente e amorosamente Aquele que nela foi concebido por obra admirável de Deus.

Estas duas figuras, Maria e José, os quais foram os primeiros a receber Jesus, nos introduzem no mistério do Natal. Durante estes dias, procuremos encontrar alguns momentos para fazer uma pausa e imaginar Nossa Senhora e São José. Procuremos viver o verdadeiro Natal, o Natal de Jesus, que se aproxima de nós.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários