É o Bicho
Coluna
É o Bicho
Com Maria Inez Magalhães - minez@odia.com.br

A cura pela acupuntura

Técnica age na liberação de hormônios, tem efeito no sistema nervoso e em células do sistema imunológico, e pode ser feita em animais de qualquer idade

Por O Dia

Acupuntura para cães
Acupuntura para cães -
Rio - Valentina, a minha cachorra que tem uns nove anos, é ligada no 220v. Corre, pula, não para um minuto. Há uns meses, percebemos que ela estava mancando de uma das patas traseiras e ficou mais amuada. sempre deitava no sofá — não que ela não ficasse antes, ela ama —, mas estava mais quietinha. Passamos a observar o novo comportamento dela e vimos também que ela estava com dificuldade para se levantar, subir na minha cama e no sofá, que é baixo.
Então, partiu veterinário. Exame clínico não deu nada. Raio-X na pata, nada. Ressonância na coluna e, bingo!, Vavá está com hérnia. Dá maior pena da bichinha andando com dificuldade, mancando, com a patinha trêmula. O diagnóstico foi dado pela veterinária Renata Ruy, mestre em Ciências Veterinárias e especialista em acupuntura animal. Lembrei dela antes de ter o diagnóstico porque já tínhamos falado sobre acupuntura em animais. Pesquisei muito o assunto e os relatos são impressionantes.
Renata começou a tratar Valentina com medicação (foram só dez dias) e acupuntura. Na primeira sessão, Vavá ficou inquieta, mas agora já se acostumou. Fica quietinha no colo da Vivi, que cuida muito da gente e da nossa casa. Valentina está no segundo mês de tratamento e está quase de volta ao 220v. A melhora foi impressionante!
Renata explica que as agulhas agem liberando hormônios, como a endorfina, e substâncias químicas anti-inflamatória. Tem efeito no sistema nervoso, que age como analgésico e em células do sistema imunológico. Causa uma sensação de bem estar físico e emocional no animal.
Ela diz que a acupuntura pode ser feita em animais de qualquer idade e que não possui contraindicações. Segundo a veterinária, o procedimento é muito indicado em casos de dor, discopatias (hérnias de disco), artrose, displasia coxo femoral, desordens neurológicas (epilepsia, lesão medular, paresia, paralisia), sequelas de cinomose, pré e pós-operatório, insuficiência renal aguda/crônica, incontinência ou retenção fecal ou urinária.
A acupuntura, de acordo com a veterinária, é aplicada nos animais da mesma forma como nos humanos. O diagnóstico é feito pela Medicina Tradicional Chinesa (MTC) e são usadas as mesmas técnicas (eletroacupuntura, moxa, farmacopuntura), mesmas agulhas e aparelhos.
Segundo Renata, a acupuntura pode ser o tratamento principal, mas pode ser associado a qualquer outro potencializando o resultado. Associado ao tratamento clínico, fisioterapia, homeopatia, fitoterapias, florais, Reiki. O efeito esperado do tratamento, varia de acordo com o caso clínico, cada animal responde de uma forma diferente, varia com a idade (animais idosos, às vezes, demoram mais para responder por terem menos energia, mas depende de cada caso clínico), a frequência com que é feito as sessões também influência.
Os gatos também podem ser beneficiados com o tratamento. O ideal é fazer num ambiente tranquilo, onde eles possam ficar mais confortáveis e confiantes, sem barulho. Com paciência e jeitinho, a gente consegue, mas sempre respeitando o comportamento e limite do animal.
Renata ainda dá uma dica: a acupuntura é mais indicada como tratamento, mas ela é muito eficaz na prevenção de doenças por equilibrar o organismo.
Quem ama, cuida!
HOTEL ABRE AS PORTAS PARA AÇÃO SOCIAL
O Ibis Santos Dumont, no Centro, abraçou a causa animal e abriu as portas do seu Hotel Pet Friendly para a campanha da Associação Quatro Patinhas, no próximo sábado. Os organizadores precisam de sachês e latas de patê (de todas as marcas) para alimentar os mais de 700 peludos. No dia haverá almoço vegano. O Ibis fica na Av. Mal. Câmara 280, Centro. Mais em https://www.facebook.com/events/607614263073999.
INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL
Mia é a mais nova 'contratada' da Whiskas. É a gatinha assistente pessoal desenvolvida por meio de inteligência artificial. Ela não traz respostas, mas questionamentos que estimulam a curiosidade dos humanos, em especial das crianças. Mia funciona por sensor de presença. Ao perceber que está próxima a humanos, a gatinha dá início a um diálogo. Ela lança perguntas sobre assuntos variados e de interesse das crianças, oferecendo opções de respostas. Conheça Mia em www.youtube.com/watch?v=uckEkFLyUG4&t=8s
SALVEM AS ABELHAS
Silenciosamente, em todo o planeta, bilhões de abelhas estão morrendo, ameaçando nossas colheitas e nossos alimentos. Para reverter esse quadro vamos assinar a petição da Avaaz em secure.avaaz.org/campaign/po/save_the_bees_global_nm_sh/. 
ME LEVA?!
Zac - Reprodução
Oi. Sou o Zac, de porte médio. Fui resgatado recentemente, sou doce e muito comportado, mas também muito medroso, acreditam que esse meu comportamento é porque fui abandonado recentemente. Quer mudar a minha vida? Fale com a Marcia que está comigo: 9-8271-2985.
* Essa é a foto do Zac. A publicada na coluna no impresso não é a dele. Peço desculpas aos leitores

Galeria de Fotos

Acupuntura para cães divulgação
Coleira para gatos divulgação
Zac está para adoção divulgação
Zac Reprodução

Comentários