Diversão na quarentena

Quem tem um cachorro que está acostumado a passear sempre, sabe como o confinamento pode ser complicado. Veja dicas

Por Larissa Sant'Ana

cachorro em casa
cachorro em casa -

Com a pandemia de coronavírus, a principal recomendação é não sair de casa. Mas quem tem um cachorro sabe como a quarentena pode ser complicada. O ideal é garantir o gasto de energia dentro de casa, incentivando brincadeiras e estimulando o cognitivo do cão. Isso pode ser feito com diferentes tipos de brinquedos, e durante a alimentação - que deve seguir mesma quantidade e horários. Colocar a ração em mordedores recheáveis ou usar os grãos como recompensas para o treinamento de comandos básicos como "vem", "fica" e "senta" são formas de estimular o cão. Porém, é importante que após a alimentação o bicho não faça atividades para evitar a torção gástrica. Para os cães que só fazem suas necessidades na rua, o passeio é inevitável, afinal, não é em poucos dias que eles vão aprender onde fazer xixi e cocô dentro de casa. O ideal é que o passeio seja rápido (apenas para as necessidades) e perto de casa, em locais sem aglomeração. Além disso, evitar que pessoas da rua passem a mão no animal é importante, ainda que não seja comprovado que o transporte do vírus possa ser feito no pelo. Na volta para casa, dono e bicho devem passar por um processo de higienização.

Funcionamento dos atendimentos veterinários

Gato no veterinário - Divulgação

Muitos estabelecimentos estão fechando as portas por causa das medidas de restrição para evitar contaminação do covid-19. No caso de clínicas veterinárias, alguns casos não podem esperar. Para evitar ao máximo a proliferação do vírus, o Conselho Federal de Medicina Veterinária faz algumas recomendações: apenas um dono deve acompanhar o bicho na consulta, evitando aglomerações; visitas a bichos internados não são indicadas; serviços ou consultas que não são de urgência devem ser reprogramadas. Consultas a distância continuam proibidas. Antes de sair de casa para atendimento emergencial, entre em contato com a clínica ou hospital.

Chegada do outono

Na meia-estação, os donos de bichos devem se preocupar com doenças como gripe canina, rinotraqueíte felina e ressecamento dos olhos. Manter a vacinação em dia e usar colírios é importante.

Dia da Saúde Bucal

Na última sexta-feira, dia 20, foi o Dia da Saúde Bucal e vale lembrar que os bichos também devem escovar os dentes para evitar doenças como tártaro e periodontite.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O DiaFaça uma contribuição

Galeria de Fotos

cachorro em casa Divulgação
Bichos: diversão em casa Divulgação

Comentários