Carlinhos Maia
 - Reprodução
Carlinhos Maia Reprodução
Por O Dia
Carlinhos Maia usou as redes sociais nesta segunda-feira (18) para contar que foi convidado para ser um dos primeiros moradores de Alagoas a se vacinarem contra a Covid-19. "Me convidaram aqui no meu estado para ser um dos primeiros a tomar a vacina. Não acho justo com quem ficou em casa todo esse tempo e não aceitei. Mas filmarei mesmo assim para incentivar ainda mais a vacinação dentro do público que me segue", escreveu Carlinhos no Twitter.
Em seguida, o perfil oficial do Governo de Alagoas na plataforma emitiu um comunicado desmentindo qualquer convite de vacinação para pessoas fora do grupo prioritário. "A Secretaria de Estado de Comunicação informa que as 71 mil doses de vacina que começaram a ser aplicadas nesta terça-feira (19/01) serão destinadas exclusivamente ao grupo prioritário definido pelo Ministério da Saúde. Estão neste grupo os profissionais de saúde que atuam na linha de frente no combate à Covid-19, indígenas e idosos residentes em abrigos. Não procedem informações de convites feitos a qualquer cidadão fora deste grupo", informa a nota oficial. 
Publicidade
Depois, Carlinhos Maia esclareceu o que havia dito inicialmente: "Em qual momento citei que foi o governador quem me chamou? A ideia partiu de outro órgão, na intenção de influenciar as pessoas que não querem tomar a vacina, se inspirando na Indonésia, que teve atitude parecida. Mas a ideia foi descartada por ambos, a intenção era só divulgar. Mas se precisar estarei lá filmando", concluiu Carlinhos.