Prós e contras de Farmácia

Carreira tem salário atrativo e boa empregabilidade, mas exige constante qualificação

Por FRANCISCO ALVES FILHO

O farmacêutico realiza consultas e oferece serviços como educação em saúde, rastreamento de saúde e acompanhamento farmacoterapêutico
O farmacêutico realiza consultas e oferece serviços como educação em saúde, rastreamento de saúde e acompanhamento farmacoterapêutico -

A coluna aborda mostra agora os dois lados carreira de Farmácia. Quem dá o depoimento é Vanessa Índio do Brasil, coordenadora do curso da UNISUAM. Vamos começar pelo lado bom. "O recém-formado em Farmácia vai encarar um mercado com muitas possibilidades para atuar como responsável técnico em redes de drogarias, hospitais ou indústrias farmacêuticas", diz ela. (Veja também: FARMÁCIA - Veja quais são as áreas de atuação na carreira)

O farmacêutico realiza consultas e oferece serviços como educação em saúde, rastreamento de saúde e acompanhamento farmacoterapêutico. Também faz procedimentos como aferição da pressão arterial, teste de glicemia e colesterol capilar, realização de pequenos curativos, administração de medicamentos, aplicação de injetáveis e, também, prescreve medicamentos para o manejo de doenças autolimitadas.

Segundo Vanessa, o mercado farmacêutico tem sido impulsionado pelo crescimento da comercialização de cosméticos e a busca de procedimentos estéticos. "Com isso, há uma valorização dos farmacêuticos, que são responsáveis pela produção, teste e controle de cosméticos nas farmácias e nas indústrias e a crescente atuação desse profissional na realização de procedimentos estéticos", explica. O salário e a empregabilidade do farmacêutico são atrativos. É um cenário de alta. Mas atenção: o mercado vem buscando por profissionais cada vez mais especializados.

Prós e contras de Farmácia II

Vamos falar da parte não tão boa. Vanessa alerta que a carreira exige investimento. "Como existem muitas áreas de atuação, é necessário realizar alguma especialização na área de interesse e ter um bom networking, além de participar de eventos da área", diz ela.

De maneira geral, os processos de trabalho que envolvem medicamentos são regidos por rigorosas normas sanitárias. Essa questão faz com que o profissional farmacêutico dispenda uma grande parte da sua carga horária de trabalho nesses tipos de processos.

Prós e contras de Farmácia III

Vanessa diz que é preciso que o farmacêutico acompanhe o processo até o final do processo, já que não é simplesmente a entrega do medicamento, e sim a assistência adequada com orientações sobre o uso dos medicamentos e as intervenções necessárias para o uso correto e que não coloque em risco a segurança do paciente. Entretanto, alguns desconhecem a importância do farmacêutico nos estabelecimentos de saúde, e limitam bastante o seu trabalho.

Encontros jurídicos

A Estácio promoverá encontros jurídicos para aproximar estudantes de grandes ícones da área de Direito. As palestras gratuitas também abertas ao público externo do Rio, São Paulo e Porto Alegre. A primeira acontecerá, em 18 de fevereiro, na unidade Tom Jobim, na Barra da Tijuca.

Segundo Alberto Senna, vice presidente Jurídico e Compliance da Estácio, o objetivo é mostrar aos alunos que eles também poderão conquistar um lugar no mercado de trabalho.

Comentários