A advogada Cátia Vita Divulgação

Rio - "Fiz um Pix errado e caiu na conta de um amigo. Imediatamente, entrei em contato com ele, mas assim que o dinheiro caiu foi usado pelo banco para cobrir o cheque especial na conta dele. O que posso fazer?” (André Nunes, Vila da Penha, Rio).

Se assim como o André, você fez um Pix para a conta errada entre em contato o mais rápido possível com o seu banco informando o erro cometido. Dependendo do valor, a instituição pode demorar mais tempo para aprovar a transação e você tem mais chances de conseguir o cancelamento da operação.

Segundo a advogada Cátia Vita, caso a transação já tenha sido autorizada, deve ser solicitado à instituição financeira o estorno do valor por erro na transferência. “Na hipótese da sua solicitação ser aceita pelo banco caberá à instituição financeira entrar em contato com a pessoa titular da conta que recebeu o Pix para solicitar a devolução dos valores recebidos,” pontua.

E fica o alerta: o Pix é um método de pagamento cujo principal objetivo é ser instantâneo, por isso a melhor forma de se prevenir é checar todos os dados antes de realizar a transferência. Assim você minimiza os riscos de fazer um Pix para a pessoa errada, salienta o coordenador do serviço www reclamar adianta com br, advogado Átila Nunes.
Receba orientação gratuita no site do Reclamar Adianta.

Casos Resolvidos: Maria José Silva (Vivo) Kléber Assunção (Casas Bahia) Fábio Siqueira (Banco BMG).
Fale com nossos advogados: [email protected]
WhatsApp: (21) 99328-9328