Departamento Cultural da Portela vai homenagear compositores neste sábado

Bate-papo musical na antiga sede da escola reunirá Espanhol, Claudio Russo, Flávio Bororó, Ciraninho, Luiz Carlos Máximo e Samir Trindade. Já David Corrêa e Noca da Portela receberão Medalha Natal da Portela

Por O Dia

Marlon Lamar e Lucinha Nobre exibem o pavilhão portelense na Portelinha, antiga sede da escola
Marlon Lamar e Lucinha Nobre exibem o pavilhão portelense na Portelinha, antiga sede da escola -

Rio - O Departamento Cultural da Portela vai promover no dia 16 de junho (sábado), a partir das 17h, na sede da Portelinha, uma homenagem a grandes compositores de samba-enredo da história da agremiação. Eles serão os protagonistas da segunda edição do projeto Portela Molhando a Palavra, que terá entrada franca.

Reunidos em uma roda de conversa, nomes como Juan Espanhol, Claudio Russo, Flávio Bororó, Ciraninho, Luiz Carlos Máximo e Samir Trindade vão relembrar momentos importantes dos desfiles embalados por suas obras, além de falar sobre o ofício do compositor. O bate-papo terá, ainda, a participação do presidente do Conselho Deliberativo e membro da comissão de Carnaval da Portela, Fábio Pavão.

Após o debate, os conjuntos musicais da Galeria da Velha Guarda e da Ala de Compositores Ary do Cavaco (como é conhecida a turma de poetas da azul e branco) vão realizar uma roda de samba especial, relembrando clássicos do baú portelense.

Outro destaque da programação do evento, que integra os festejos pelos 95 anos de fundação da escola, será a homenagem a David Corrêa e Noca da Portela, os dois maiores

vencedores de samba-enredo da Portela em todos os tempos (cada um com sete vitórias). Ambos vão ser agraciados com a Medalha Natalino José do Nascimento, criada pelo ex-presidente Marcos Falcon para reverenciar portelenses que prestaram e/ou ainda prestam relevantes serviços à Majestade do Samba.

"Existe melhor forma de homenagear o gênero samba-enredo que celebrar as obras dos compositores que já assinaram hinos para a Portela?", indaga o diretor cultural Rogério Rodrigues, que destaca, ainda, a comenda para Noca e David. "David nos legou refrões como 'Vou me embora / vou me embora / eu aqui voltou mais não / vou morar no infinito / e virar constelação' ('Macunaíma', 1975); e fez a trilha sonora de quatro desfiles muito fortes da escola, inclusive o do título de 1980 ('Hoje Tem Marmelada'). Já Noca nos legou o maravilhoso 'Gosto que Me Enrosco' (1995) e embalou o segundo desfile deste renascimento da escola, ano em que levamos para a Avenida a icônica Águia Redentora (2015). Nada mais justo que receberem esta homenagem como símbolo do carinho que o mundo do samba tem pela ala de compositores da Majestade do Samba", completa Rogério.

A Medalha Natal da Portela será entregue na véspera do aniversário de nascimento do fundador Paulo da Portela.

Serviço:

Portela Molhando a Palavra

Data: 16 de junho (sábado)

Horário: 17h

Local: Quadra da Portelinha (antiga sede da escola)

Endereço: Estrada do Portela 446, Oswaldo Cruz

Entrada franca

Classificação: Livre

Informações: (21) 3256-9411

Compositores participantes e suas respectivas vitórias no concurso de samba-enredo da Portela

Juan Espanhol (1990)

Claudio Russo (1993 e 1994)

Flávio Bororó (2001)

Samir Trindade (2016, 2017 e 2018)

Ciraninho (2007, 2008, 2009 e 2010)

Luiz Carlos Máximo (2009, 2012, 2013 e 2014)

Noca da Portela (1976, 1985, 1995, 1998, 1999, 2005 e 2015)

David Corrêa (1973, 1975, 1979, 1980, 1981, 1982 e 2002)

Galeria de Fotos

Marlon Lamar e Lucinha Nobre exibem o pavilhão portelense na Portelinha, antiga sede da escola Leo Cordeiro / Divulgação
Marlon Lamar e Lucinha Nobre exibem o pavilhão portelense na Portelinha, antiga sede da escola Leo Cordeiro / Divulgação

Últimas de Carnaval