'Escravos do Ambiente': folia no Centro sem esquecer preocupação com meio ambiente

Bloco tradicional dos servidores do Ambiente leva Sustentabilidade para a avenida

Por O Dia

Rio - Abram alas que os servidores do Instituto Estadual do Ambiente (Inea) e da Secretaria de Estado do Ambiente e Sustentabilidade (SEAS) vão passar! O bloco “Escravos do Ambiente” vai desfilar no dia 28 de fevereiro, às 17h, no Centro do Rio. O cortejo irá da Avenida Venezuela, 110, até a Praça Mauá.

O samba-enredo é todo ecologicamente correto: “transformar resíduo em alegria é fantasia de um enredo de Carnaval. Reciclar confete e serpentina tá no EIA/RIMA da licença ambiental!”, diz o refrão do samba deste ano, composto por um dos servidores mais queridos do Inea, o conhecido professor Gusmão.

Desfilando Sustentabilidade da cabeça aos pés, instrumentos e fantasias do bloco serão sustentáveis. Os servidores poderão confeccionar suas próprias fantasias e adereços com material reaproveitado, na oficina de adereços do Ecomoda, que também acontecerá no próximo dia 28.

Já os instrumentos são confeccionados pelos integrantes do Funk Verde, em suas oficinas de possibilidades sonoras, onde lixo vira instrumento musical. As iniciativas socioambientais são da Seas e do Inea, desenvolvidos pelo projeto "De Olho no Lixo".

Serviço:

Escravo do Ambiente. Concentração: Avenida Venezuela, 110. Fim do desfile: Praça Mauá. Dia 28 de fevereiro, às 17h. Grátis.

 

 

Comentários