- Divulgação
Divulgação
Por O Dia

Rio - A trancista Alessandra Rodrigues, de 25 anos, é uma mulher que ama trabalhar com a estética negra por ser um fator que tem pouco espaço na mídia. Exatamente por isso, a afroeemprendedora, dona do salão Nossa Identidade, produziu um ensaio fotográfico com diversas belezas que não são enaltecidas.

"Eu não vejo um catálogo de cabelo que trabalhe a diversidade, a pluralidade que o Brasil tem. As pessoas ignoram as diferenças. Você não vê modelos cadeirantes, anões ou com vitiligo, por exemplo, sendo os protagonistas nas fotos. Esse fator me fez despertar para a necessidade de fazer esse editorial".

Para Ale, toda forma de beleza é válida e precisa ser vista: "O mais bacana pra mim foi ver o quanto essas pessoas não se abalam com a barreira do preconceito. Elas querem viver, serem felizes. Não aceitam pouco, não precisam da pena de ninguém. Só querem uma oportunidade. Essas pessoas querem viver e mostrar a sua beleza", avalia a trancista".

Com um ensaio inspirado no Carnaval, Ale acredita que este é o primeiro passo para uma real inclusão na publicidade. "Muitas vezes as pessoas só querem uma chance. É só o que elas precisam pra mostrar o talento delas", finaliza Ale.

Ficha técnica

Direção: Andre Damião

Videomaker: Argolo

Produção: Jeff Libluc

Beauty : Beatriz Nonato

Locação: Damião Space

Acervo: Alle Linda acessórios

Você pode gostar
Comentários