Grupo fala em euforia com desfile da São Clemente

A ala cara-crachá refere-se às credenciais que são concedidas a quem não tem função nenhuma no Carnaval, mas são amigos dos "poderosos"

Por Beatriz Perez

Amigos estão eufóricos com desfile da São Clemente
Amigos estão eufóricos com desfile da São Clemente -

Rio - Componentes da ala 'cara-crachá', os amigos Daniel Lima, 23 anos, estudante de Direito, a advogada Anna Luiza Azevedo, 36, e a Arquiteta Sarah Medeiros, 30, estão eufóricos com o desfile da São Clemente, primeira escola a passar na Sapucaí nesta segunda-feira. Eles vem em um grupo de vinte pessoas. "Trouxemos até noruegueses", conta Anna. Os três comemoram que só foi possível animar tanta gente com um desfile mais acessível. A fantasia deles custou RS 150. Sarah Medeiros vem a cinco anos de Maceió curtir o Carnaval no Rio. "Não troco por nada", diz.

A ala cara-crachá refere-se às credenciais que são concedidas a quem não tem função nenhuma no Carnaval, mas são amigos dos "poderosos".

Os componentes da ala dirigente poderosos também estão animados e não param de cantar o samba da escola, sucesso em 1990, enquanto terminam de vestir a fantasia para desfilar.

Comentários