Mais Lidas

Renato Sorriso revela que faltou aos desfiles de domingo por que chuva alagou sua casa

Gari símbolo do carnaval carioca disse que muita lama foi retirada do condomínio onde mora, em Tomás Coelho

Por RAFAEL NASCIMENTO

Sorriso posa ao lado de Deborah Secco
Sorriso posa ao lado de Deborah Secco -

Rio - Símbolo do carnaval carioca, a ausência do gari Renato Luiz Feliciano Lourenço, o Renato Sorriso, foi sentida no primeiro dia dos desfiles das escola de samba do Grupo Especial do carnaval carioca. Na Sapucaí para os desfiles desta segunda-feira, Sorriso contou que não foi ao Sambódromo neste domingo por que sua casa alagou no temporal que atingiu à cidade.

"Tiramos nove caminhões de lama", o gari conta, sobre o trabalho de limpeza no condomínio Maria Mazzetti, em Tomás Coelho, na Zona Norte do Rio, onde ele e quase 300 famílias moram. "Meti a mão na massa. Ia pegar mal eu vir sambar e os meus colegas lá na enchente".

Renato Sorriso sambou com o governador Wilson Witzel na Sapucaí - Rafael Nascimento / Agência O DIA

Foi a primeira ausência de Sorriso no desfiles das escolas do Grupo Especial em mais de 20 carnavais. "Se chovesse hoje eu não viria. Tava uma situação braba e precária", conta.

O gari aproveita para fazer um pedido para que as pessoas não joguem lixo na rua. "A água quer passar, o vento quer ventar... nós temos que ter a consciência de manter a cidade limpa", reforça.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Galeria de Fotos

Renato Sorriso sambou com o governador Wilson Witzel na Sapucaí Rafael Nascimento / Agência O DIA
Sorriso posa ao lado de Deborah Secco Wallace Barbosa / AgNews

Comentários