'Sou clementiano', revela Marcelo Adnet, que compôs samba-enredo

Ator esteve na quadra da São Clemente na noite desta segunda-feira para entregar letra e gravação em parceria com sete sambistas. É sua estreia como compositor no Carnaval

Por GUSTAVO RIBEIRO

Criado no Humaitá, humorista confessa ser 'clementiano' de coração
Criado no Humaitá, humorista confessa ser 'clementiano' de coração -
Rio - O ator Marcelo Adnet acaba de revelar uma nova faceta artística. Ao lado de sete colegas, o humorista assina a letra de um dos 18 sambas-enredo que estão concorrendo para ser o hino da São Clemente no Carnaval de 2020. Ele esteve no barracão da escola de samba, na Cidade Nova, na noite desta segunda-feira, para apresentar a composição. A Preta e Amarela vai defender o enredo 'O conto do vigário', que tem à frente o carnavalesco Jorge Silveira.
Adnet contou que tem uma relação pessoal e de carinho com a São Clemente, uma vez que nasceu e cresceu no Humaitá, bairro vizinho da escola da Zona Sul. "Passei minha vida toda no Humaitá, fora o breve período em que fui para São Paulo. Sou cria de lá, além de botafoguense e clementiano. É a única escola da área de Botafogo e do Humaitá, e ela vem sempre com crítica e humor, duas coisas de que gosto muito", comentou Adnet.
O ator confessa que também teve um apreço especial pelo enredo. "'O conto do vigário' tem essa pegada de crítica e humor, percorrendo desde Ouro Preto até a era da internet", destacou Adnet, que pela primeira vez compôs um samba para concorrer no Carnaval.
O humorista, contudo, revela que já compôs canções para quadros de humor, mas garante que sua participação na disputa da São Clemente partiu do convite de André Carvalho, um dos compositores e amigo dos tempos da faculdade de Jornalismo. "O Gustavo Albuquerque (que também assina o samba) conhecia o André Carvalho, grande amigo meu de faculdade. Fizemos sambas juntos na faculdade. O André disse que me conhecia, que eu queria compor também e fez a ponte. A gente se conheceu e fez a parceria", lembrou Adnet, acrescentando que o 'filho' nasceu após dez encontros. Ele, porém, ainda não sabe se vai desfilar. "Está sendo bom viver passo a passo", declarou.
Também assinam a composição Pedro Machado, Gabriel Machado, Camilo Jorge, Luiz Carlos França e Raphael Candela. Todos os sambas serão apresentados no próximo sábado e as eliminatórias começam no dia 17.
Leia abaixo e ouça aqui o samba-enredo:
Compositores: Marcelo Adnet, André Carvalho, Pedro Machado, Gustavo Albuquerque, Gabriel Machado, Camilo Jorge, Luiz Carlos França e Raphael Candela

"O SINO TOCA NA CAPELA E ANUNCIA
NOSSA SENHORA COMEÇOU A CONFUSÃO!
QUEM VAI FICAR COM A IMAGEM DE MARIA?
O BURRO VAI TOMAR A DECISÃO

MAS O JOGO ESTAVA ARMADO
ERA O CONTO DO VIGÁRIO
NESSA TERRA FÉRTIL DE ENREDO
SE APRENDE DESDE CEDO
TODO PAPO QUE SE PLANTA DÁ
DOM JOÃO DEU UMA VOLTA EM NAPOLEÃO,
FEZ DA COLÔNIA DOS MALANDROS CAPITAL
TRAMBIQUE, PATRIMÔNIO NACIONAL

TEM LARANJA!
“NA MINHA MÃO, UMA É TRÊS E TRÊS É DEZ!”
É O BILHETE PREMIADO VENDIDO NA RUA
MALANDRO PASSANDO TERRENO NA LUA!

HOJE, O VIGÁRIO DE GRAVATA
ABENÇOA A MAMATA,
LOBO EM PELE DE CORDEIRO
“TRAGO EM TRÊS DIAS SEU AMOR”
“LA GARANTIA SOY YO!”
“SÓ TRABALHO COM DINHEIRO”
CHAMOU O VAR, TÁ GRAMPEADO,
VAZOU, DEU SURURU,
TEM MARAJÁ PUXANDO FÉRIAS EM BANGU!"

Comentários