Concentra, mas não sai

Prefeitura do Rio determina mudanças nos horários de saída de blocos de rua da Zona Sul e gera polêmica. 'Simpatia É Quase Amor' diz que não acatará

Por Gustavo Monteiro

Bloco 'Simpatia É Quase Amor' arrastou uma multidão de cerca de 200 mil pessoas pela orla de Ipanema no Carnaval de 2019
Bloco 'Simpatia É Quase Amor' arrastou uma multidão de cerca de 200 mil pessoas pela orla de Ipanema no Carnaval de 2019 -

O prefeito do Rio, Marcelo Crivella, anunciou ontem, em uma coletiva para a imprensa, um novo esquema para o Carnaval de rua no Rio. A partir deste ano, os grandes blocos de Ipanema e Leblon terão que desfilar no mesmo horário dos sete megablocos (com mais de 300 mil foliões), que saem no Centro do Rio de 7h às 12h. A medida tem como objetivo evitar a migração de foliões de um local da cidade para o outro e atende à demanda de associações de moradores da Zona Sul. Representantes de blocos, no entanto, consideram a decisão arbitrária e afirmam que vão manter os desfiles na parte da tarde.

A mudança ocorre após reuniões com os líderes comunitários, que se dizem apreensivos por conta do que ocorreu no último domingo, em Copacabana, na dispersão do show do Bloco da Favorita, que atraiu 300 mil pessoas ao local. Por volta das 20h começou uma correria, e policiais militares jogaram bombas de gás lacrimogêneo: 28 pessoas foram presas.

"Pediram que a prefeitura tomasse medidas para evitar esse tipo de ocorrência", reforçou Crivella. Presente à coletiva, o presidente da Riotur, Marcelo Alves, afirmou que convidou moradores a participarem do planejamento e afirmou: "Teremos o maior Carnaval de todos os tempos".

Carlos Monjardim, presidente da Associação de Moradores e Amigos de Ipanema e presidente da Associação Comercial de Ipanema, demonstrou entusiasmo com a decisão. "Hoje nós saímos daqui muito felizes. Tínhamos as nossas preocupações, tanto para atender os nossos blocos, que fizeram a história do nosso Carnaval, mas temos também que ver o lado dos moradores. A solução da prefeitura merece o nosso aplauso".

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários