Rainha de bateria da Viradouro diz que título veio para coroar trabalho da diretoria

A escola tinha ficado com o vice-campeonato no ano passado

Por Anderson Justino

A rainha de bateria da Viradouro, Raissa Machado
A rainha de bateria da Viradouro, Raissa Machado -
Rio - A rainha de bateria da Viradouro, Raissa Machado, disse que o título veio para coroar o trabalho feito pela diretoria desde o período que ficou no acesso. A escola voltou apenas há dois anos para o Grupo Especial. No ano passado, a Viradouro ficou em segundo lugar, perdendo para a Mangueira. "O brilho no olhar nunca se apagou. Agora ensaboamos a Sapucaí", disse Raissa. 
Foi o primeiro desfile dos carnavalescos Marcus Ferreira e Tarcisio Zanon juntos na Viradouro. A escola foi a segunda a desfilar no domingo e fez um desfile para não deixar escapar o título.
O samba-enredo mostrou as atividades das ganhadeiras, como lavar roupa, carregar e vender água, cozinhar e vender alimentos, costurar, entre outros serviços, retratadas como as primeiras feministas do Brasil, devido à luta pela liberdade que deixou marcas na história e na cultura baianas.
Predominantemente nas cores vermelho, prata e dourada, as alegorias grandiosas levantaram o público. Um dos destaques foi um pede passagem com uma escultura de Oxum "lavando" o logo da Viradouro.
 
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários