Silvia Pfeifer revive os tempos de modelo e diz ter vontade de ser avó

Aos 60 anos, Silvia Pfeifer diz que experiência como modelo ajuda na hora dos cliques e atribui a boa forma aos cuidados de uma vida inteira

Por BRUNNA CONDINI | brunna.condini@odia.com.b

MACACAO: ENJOY
BRINCO E COLAR:
FL SEMIJÓIAS
ANEL:
VIVIANE FURRIER
BRACELETE:
SILVIA DORING
SANDÁLIA:
AQUAMAR
MACACAO: ENJOY BRINCO E COLAR: FL SEMIJÓIAS ANEL: VIVIANE FURRIER BRACELETE: SILVIA DORING SANDÁLIA: AQUAMAR -

Rio - Mesmo sem modelar há quase 30 anos, Silvia Pfeifer continua sendo uma referência de moda e estilo. A atriz chegou ao Hotel 55/Rio, na Lapa, para as fotos destas páginas, no horário marcado e cheia de disposição para o trabalho. Ícone de elegância, ela se envolveu com tudo e elogiou as produções escolhidas por Rodrigo Barros. “As roupas são lindas. Foi tudo mais que perfeito, não poderia ter sido melhor”, garante.

E a modelo, ainda vem com tudo na hora dos cliques?

“Claro que, quando fotografo, vem o know-how de quase 13 anos como modelo. Está lá e é indiscutível. Adoro fotografar!”

De volta ao Brasil, após mais de seis meses gravando a novela portuguesa ‘Ouro Verde’, da TVI, em Portugal, Silvia bateu um papo com o caderno sobre a estreia hoje da peça ‘Além do que Os Nossos Olhos Registram’, sobre maturidade e os planos para o futuro.

“Na peça faço uma avó jovem. Ela foi mãe cedo, e a filha também foi mãe cedo”, conta a atriz, que divide a cena com Raquel Penner e Karen Coelho no espetáculo, em cartaz no Teatro Fashion Mall, em São Conrado.

A montagem aborda as angústias do universo feminino, entre três gerações de mulheres. “Neste espetáculo, a avó é, antes de mais nada, uma grande amiga. Uma pessoa com experiência e vontade de aglutinação, de união, de paz, de entendimento”.

FAMÍLIA

Mãe de Emanuella, 33 anos, e Nicholas, 24, da sua união com o empresário Nelson Chamma, Silvia ainda não é avó, mas consegue imaginar como seria.

“Não tenho pressa. Virá no tempo certo, e o tempo deles é o mais importante de tudo. Claro que tenho vontade e acho que serei uma avó muito babona”, afirma. “Acho um barato criança e termos a chance de reviver os nossos filhos, os nossos bebês. Isso é uma dádiva. Quero viver tudo e poder aproveitar mais sem o compromisso da criação propriamente dito”.

Ela comenta também sobre a própria experiência de maternidade. “Sempre fui talvez até excessivamente cuidadosa. Queria estar presente, era muito preocupada. Talvez até por isso não tenha tido coragem de ter mais filhos”, confessa. “Me policiei para isso não ser excessivo. Acho que tem que ter limite. Mas consegui ser muito presente e acho isso muito bom”.

60 ANOS

Silvia fala sem rodeios sobre todos os assuntos, inclusive sobre a chegada aos 60 em fevereiro deste ano.

“Cheguei nesta idade acreditando que ainda tenho uma longa trajetória pela frente”, confia. “As mulheres de 60 anos de hoje têm ainda muita produção, muita realização, muita conquista. Estou chegando num ponto que é natural, de questionamento, do que fiz, do que ainda dá para fazer, o que gostaria de mudar, mas procurando focar nas minhas realizações”.

A gaúcha de Porto Alegre, que encerrou a trajetória como modelo aos 32 anos para dedicar-se à carreira de atriz, conta que a boa forma e a energia atuais são frutos de cuidados de uma vida inteira.

“Sempre tive a curiosidade de ler muito sobre alimentação e dietas alimentares. Desde os 18 anos que faço o que falam hoje: como arroz integral, fibras, verduras, frutas, quase nada de fritura, pouco açúcar. Quando bebo álcool, é pouco. Bebo muita água e faço exercícios. Então, com meus hábitos, acabei colhendo bons frutos na minha idade”, ensina.

“Tenho também um DNA muito forte. Meus pais envelheceram muito bem. Acho que o melhor de envelhecer é conseguir enxergar e se posicionar na vida de uma maneira melhor, mais tranquila, mais segura. E olhar para trás e ver todas as conquistas ali”.

NOVELAS

Satisfeita com a experiência dramatúrgica em Portugal, a atriz sonha com o retorno às novelas brasileiras.

“Lá, os atores vêm de uma escola diferente da nossa, mas o que tem de diferente é enriquecedor. Essa globalização de atores deve acontecer cada vez mais. Fiz uma novela de grande audiência em Portugal”, conta.

“Adoraria voltar a fazer novelas por aqui. Inclusive, logo que cheguei ao Brasil, cogitaram que eu fizesse e acabou não rolando. Tenho a expectativa de fazer em breve, se Deus quiser. Mas o meu foco agora é a peça. Espero que a gente estreie bem e que o público goste. E que venham mais coisas!” 

 

SILVIA EM CENA

Em ‘Além do que Os Nossos Olhos Registram’, texto de Fernando Duarte, que entra em cartaz a partir de hoje, no Teatro Fashion Mall, em São Conrado, temas como racismo, bullying e homofobia estarão na roda, discutidos entre mãe, filha e avó.

Com direção de Fernando Philbert, a comédia traz Silvia na pele de Delfina, uma mulher que sempre teve a cabeça livre de preconceitos. Uma avó moderna, independente e articulada, que se identifica com os marginalizados e, desde jovem, luta pelos direitos das minorias.

Galeria de Fotos

MACACAO: ENJOY BRINCO E COLAR: FL SEMIJÓIAS ANEL: VIVIANE FURRIER BRACELETE: SILVIA DORING SANDÁLIA: AQUAMAR Marcio Mercante / Agencia O Dia
VESTIDO: VIVIANE FURRIER LENÇO: SCARF ME BRINCO E COLAR: FL SEMIJÓIAS BRACELETE: SILVIA DORING SANDÁLIA: AQUAMAR Marcio Mercante / Agencia O Dia
VESTIDO: VIVIANE FURRIER LENÇO: SCARF ME BRINCO E COLAR: FL SEMIJÓIAS BRACELETE: SILVIA DORING SANDÁLIA: AQUAMAR Marcio Mercante / Agencia O Dia
CAFTAN: VIVIANE FURRIER CALÇA: LUCIDEZ ANEL: SILVIA DORING BRINCO, COLAR E BRACELETE: RONNELLY JÓIAS Marcio Mercante / Agencia O Dia
CAFTAN: VIVIANE FURRIER CALÇA: LUCIDEZ ANEL: SILVIA DORING BRINCO, COLAR E BRACELETE: RONNELLY JÓIAS Marcio Mercante / Agencia O Dia
MACACAO: ENJOY BRINCO E COLAR: FL SEMIJÓIAS ANEL: VIVIANE FURRIER BRACELETE: SILVIA DORING SANDÁLIA: AQUAMAR Marcio Mercante / Agencia O Dia
BLUSA: SIRIUS ARTE | ANEL: MAGMA SEMIJÓIAS BRINCO, COLAR E BRACELETE: RONNELLY JÓIAS JAQUETA E CALÇA: ACERV Marcio Mercante / Agencia O Dia

Últimas de DMulher