Valores e amizade para a vida inteira

Aventuras Maternas

Por O Dia

Escoteiros
Escoteiros -

As férias chegaram e boa parte das crianças vai curtir o período em um dos mais de 15 acampamentos educativos espalhados pelo Brasil, indicados para pequenos a partir dos 5 anos. Segundo uma pesquisa da ABAE - Associação Brasileira de Acampamentos Educativos, 98% das famílias que enviaram seus filhos para acampamentos pretendem repetir a experiência. A pesquisa ainda afirma que os pais de adolescentes entre 15 e 17 anos de idade avaliam que após o retorno do acampamento seus filhos apresentaram como principal característica a "Vontade de aprender algo novo". Enquanto isso, os pais de crianças entre 13 e 14 anos de idade avaliam como principal característica o "Aumento no círculo de amizades".

E para os pais que querem estimular esse convívio social ao longo do ano, o escotismo é uma opção para manter contato com a natureza e se divertir com uma série de aventuras. O movimento, conhecido no Brasil especialmente pelos filmes e programas americanos, reúne crianças e adolescentes — com a colaboração de adultos — e tem como objetivo principal fazer com que seus participantes sejam membros ativos da sociedade quando atingirem a maturidade.

Monica Fiorentino, que dirige o 60º Grupo Escoteiro Imbuí, explica que, embora os encontros aconteçam no decorrer do ano — aos sábados, seja na sede da organização, acampamentos, excursões, caminhadas ou visitas a projetos sociais —, é no período de férias que aproveitam para atividades mais amplas, já que há maior disponibilidade de tempo das pessoas.

"Durante o recesso escolar, nossos acampamentos costumam acontecer em campings, fazendas ou sítios, normalmente de familiares de pessoas do grupo. Por lá, buscamos desenvolver nos participantes a aprendizagem pela ação. Desta forma, eles são instruídos por meio da observação, do descobrimento, da elaboração, da inovação e da experimentação. Esta maneira não formal permite viver experiências pessoais que interiorizam e consolidam o conhecimento, as atitudes e as habilidades", esclarece Monica.

Além de meninos e meninas acima de 6 anos e meio, pais e responsáveis são bem-vindos. Esse é o caso de Ana Carolina Guimarães, mãe de Catharina, 9 anos, que resolveu colocar a filha no movimento para que pudesse lidar melhor com a timidez excessiva. "Estou conhecendo o escotismo junto com minha filha e me apaixonando cada dia mais. É impressionante ver como ela ficou mais independente, confiante, fazendo amizades novas. Querendo sempre aprender, se superar", comenta, lembrando ainda sobre as atividades físicas do escotismo serem apropriadas para cada idade, sempre associando o trabalho de liderança ao em equipe. "Eles aprendem a cuidar uns dos outros, a ajudar o próximo, ser solidário. Vejo como um caminho para se reconectar com a natureza e sair do conforto que a tecnologia proporciona para descobrir o prazer de estar ao ar livre, com outras pessoas, se superando a cada dia", completa.

E Catharina concorda: "Eu me divirto muito e aprendo mais a cada reunião. Fazemos novos amigos e conhecemos novas pessoas que nos ajudam tanto quanto nós as ajudamos", complementa.

Galeria de Fotos

Escoteiros Divulgação
Acampamentos de férias Divulgação

Comentários