Kelly Key fala sobre novo single e boa forma

Aos 36 anos, com 20 de carreira, cantora conta como é a rotina de musa fitness e revela como será sua volta aos palcos a partir de agosto

Por Gabriel Sobreira

Kelly Key
Kelly Key -

Rio - Afastada dos palcos há quatro anos, Kelly Key volta à rotina musical, a partir de agosto, com o lançamento de single e álbum. No fim do ano, a cantora de 36 anos inicia a nova turnê com shows pelo Brasil. Nesse intervalo da carreira, ela virou youtuber e musa fitness, compartilhando diariamente com seus seguidores os segredos para ficar com um corpo sarado: muita musculação e a prática de Strong by Zumba, um treino funcional de alta intensidade, que é totalmente impulsionado por música e que promete queimar mais calorias enquanto tonifica braços, glúteos, pernas e abdômen.

"O que muda é que a gente fica muito mais definida, mais sequinha, e te dá uma certa resistência. E isso é muito bom, principalmente nos preparos para a minha turnê", diz a cantora, que faz musculação normalmente para os membros inferiores e Strong by Zumba para os superiores.

BOA FORMA

Mãe de Artur, de 2 anos, Jaime Vitor, de 14, e Suzanna, de 18, Kelly ostenta uma barriga chapada. O segredo, após três gestações, ela diz não saber se vem de algum exercício, mas aponta que o resultado, com certeza, está ligado à alimentação. "Quando saio da dieta, fico com abdômen que a gente costuma chamar de 'embaçado', que é quando ele perde a definição, e todo mundo vê a barriguinha trincada (risos). Acho que (o segredo) é mais alimentação do que os treinos. É uma consequência, treino pouco abdômen", conta.

MÃE NA ADOLESCÊNCIA

Kelly lembra que, quando tinha 17 anos, queria ser independente e achou que conseguiria esse sonho ao criar uma família. "Hoje, a independência é você ter a sua formação, correr atrás, o que sempre deveria ter sido. Mas pronto, é evolução do mundo. Hoje, não tenho a menor preocupação com gravidez da minha filha. A Suzanna é muito cabeça, sabe exatamente o que ela quer. Nem é algo que passa mesmo pela minha cabeça", confessa.

A cantora acrescenta que a filha herdou o DNA artístico dos pais — Suzanna é fruto do relacionamento de Kelly com o cantor Latino. "Ela é uma artista, nasceu dentro desse universo. Gosta muito de artes, canta muito bem, dança muito bem, ela é completa, e agora vai fazer teatro", conta, orgulhosa.

FILHA ARTISTA

Kelly deseja que a filha, além de ser feliz, se sinta realizada e dá conselhos para a herdeira. "Feche os ouvidos para qualquer tipo de comparação, que é inevitável pela condição em que ela vive. É natural que aconteça. Para ela focar no que pode oferecer de melhor", diz.
"Mas qualquer problema, pode ter certeza de que vou estar lá do lado dela, pra proteger, defender e pra fazer o meu papel, como eu sempre fiz, porque é pra isso que estou na vida dela. Foi pra isso que nosso caminho se cruzou", derrete-se.

VOLTA AOS PALCOS

Kelly conta que, desde o seu último álbum 'No Controle' (2015), as pessoas viviam cobrando a volta dela aos palcos. Mas ela queria mesmo era curtir uma rotina. "Eu não estava vendo nos convites para música algo que me identificasse, que achasse incrível, e como estava sem pressa, sem desespero, achei melhor ficar de boa", explica.

Só que tudo mudou após um bate-papo entre a cantora e a gravadora Warner Music, a mesma que a lançou nacionalmente e que tem no casting estrelas como Anitta e IZA.

PROJETO GRANDE

Segundo Kelly, a gravadora tinha um projeto grande para ela. "Era aquilo que eu estava querendo, e até então ainda não tinha pintado. Até então, eu não estava com grandes ideias, enfim, agora temos", diz a artista, sem entrar em detalhes sobre o tal grande projeto.

"Estamos em fase de finalização de estrutura, de projeto e tudo mais. Muita coisa pode mudar e não quero falar algo que não vai acontecer. Mas o que eu posso adiantar é que está muito lindo, conto uma história muito bonita do meu trabalho. Esses dias, vi que estava fazendo 20 anos de carreira e nem acreditei nisso", diz.

INÍCIO

Para quem não lembra, Kelly começou a carreira, aos 15 anos, como uma das apresentadoras do extinto programa 'Samba, Pagode & Cia', da Globo (1999). Foi contratada pela Warner em 2001, mas somente em seu segundo single, 'Baba', ganhou destaque nacional. "É muito lindo ver essa transformação no cenário artístico e musical, que passou por muitas transformações, em tão pouco tempo. Está lindo ver tudo isso e reaprender a viver dentro desse universo", avalia a loura.

FUNK E SERTANEJO

Cantora do gênero pop, Kelly fala que jamais irá deixá-lo e que sente orgulho de fazer parte desse cenário. "Acho que dentro do pop nada te impede de transitar pelo sertanejo, e com tudo que o Brasil nos oferece. Principalmente o funk. Imagina, sou carioca, amo o funk", adianta ela, aos risos, para logo em seguida desconversar. "Todos os elementos podem ser utilizados no momento certo. E em busca de fazer algo diferente nesse álbum ou em outro momento", pondera.

A maturidade também traz um toque especial à nova turnê que está sendo preparada. Afinal, Kelly precisa também administrar a vida de estrela da música e a ausência de casa, ficando longe dos filhos e do marido, Mico Freitas, quando iniciar a agenda de shows.

"Obviamente é o momento em que o coração aperta. Mas é a ordem natural da vida. Sou muito feliz cantando, em cima de um palco também, e sempre passei isso para a minha filha mais velha, para o Vitor, sempre mostrei que a gente tem que ir pra rua, ir à luta, buscar nossos sonhos. Independentemente da realização financeira, a realização pessoal é muito importante", defende.

INTERNACIONAL

Para a turnê, Kelly diz que está sendo feito um planejamento consciente, que leve em conta o estilo de vida dela, uma vez que ela tem compromissos não apenas no Brasil, sua base, mas também em Portugal e Angola. "São viagens que tenho que fazer todos os anos", argumenta ela.

A loura afirma que a força das redes sociais, principalmente nos últimos anos, tem impulsionado diversos artistas mundo afora. E diz que vai contar com essa ajudinha dos fãs também.

"Mas pensando em álbum em outra língua, sinceramente, a princípio, não tenho essa pretensão. Acho que o Brasil é enorme, rico, gigante. Vou ficar por aqui, ficar trabalhando por aqui. Se couber carreira internacional na minha vida, vamos a isso. Se pintarem convites, vamos. Mas se não der, gente, estou muito feliz assim. Acho que estou recomeçando uma história muito interessante e que vou pensar etapa por etapa, sem meter meus pés pelas mãos, sem atropelar nenhuma etapa", diz.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Galeria de Fotos

Kelly Key Reprodução
Kelly Key Lucio Luna/Divulgação
Kelly Key praticando Strong by Zumba Divulgação
Kelly Key praticando Strong by Zumba Divulgação
Kelly Key praticando Strong by Zumba Divulgação
Kelly Key praticando Strong by Zumba Divulgação
Kelly Key Dani Badaro Fotografia/Reprodução
Kelly Key e família Dani Badaro Fotografia/Reprodução
Kelly Key e a filha, Suzanna Reprodução
Kelly Key Reprodução
Kelly Key Reprodução

Comentários