Com novo programa no Youtube, Bianca Andrade comemora sucesso: "Parece que agora me sinto completa de novo"

Influenciadora e empresária de 25 anos estreou 'Boca a Boca' na plataforma que a consagrou nos últimos anos: "Eu estava muito ansiosa para essa volta", diz

Por Juliana Pimenta

Bianca Andrade
Bianca Andrade -

Rio - Ela não para! Depois do sucesso incontestável na vigésima edição do 'Big Brother Brasil', Bianca Andrade agora colhe os frutos da sua volta ao Youtube, plataforma que a consagrou. Dessa vez, em pouco mais de uma semana, seu novo programa na plataforma, o 'Boca a Boca' já ultrapassou 1 milhão de visualizações.

"Estou muito feliz e realizada. São tantas sensações boas. Quando iniciei o primeiro episódio, cheguei a me arrepiar. Foi emocionante demais. Eu estava muito ansiosa para essa volta. Parece que agora me sinto completa de novo e mais confiante ainda para ser quem eu sou, sem medo e amarras. Estar de volta no lugar onde 'nasci' na internet, com um novo formato e ainda ajudando pessoas a enfrentar esse momento tão delicado que estamos passando está sendo muito gratificante", conta Bianca que, durante a exibição do 'Boca a Boca' arrecada doações que são revertidas ao fundo 'Mães da Favela', da Cufa.

Além de fazer a divulgação de pequenos empreendedores, grupo que fortemente atingido pela crise, Bianca decidiu agregar mais uma função social para o programa. "Tenho um quadro chamado #Tabuleiro, com a Marcela McGowan, onde desconstruímos diversos tabus criados pela sociedade. A minha ideia é passar a mensagem de que as mulheres podem ser muitas em uma só e livres, sempre. Além disso, já falamos sobre diversas pautas sociais importantes como racismo, homofobia e valorização da arte. Tenho aprendido demais com cada entrevistado", defende Bianca, que recebeu virtualmente as participações musicais de Pabllo Vittar e MC Rebecca.

Bianca Andrade - Divulgação

Produção a mil

Ao vivo todas as terças, às 21h, Bianca encara o desafio de seguir produzindo conteúdo e gerindo sua marca em tempos tão difíceis. "Estou numa esteira de evolução e aprendizagem, tanto interna quanto externa. Sair de um confinamento e me deparar com outro não foi fácil. Mas não está sendo fácil para ninguém. Eu tenho o privilégio de trabalhar de casa, mas a maioria das pessoas não. Mesmo com todos os problemas e readaptações, estou conseguindo levar meus projetos. É difícil se manter bem o tempo todo com tudo isso acontecendo, mas estou sempre buscando me desconectar um pouco, conversando com meus familiares e amigos".

Dando voz ao seu lado empresária, a influenciadora de 25 anos também destaca o "boom" nas vendas de produtos da sua marca desde sua participação no 'BBB 20'. "Foi muito gratificante ver a minha força do online sendo transferida para o offline com a venda das minhas maquiagens. E aí, depois de todo esse processo, aceitei o convite para entrar no 'BBB' com o objetivo de ser mais conhecida nacionalmente. Como eu sou a minha marca, meu objetivo era fazer com que a 'Boca Rosa Beauty' fosse reconhecida no Brasil. Quando eu saí, vi que minha marca tinha vendido três vezes mais".

Bianca Andrade - Divulgação

Aprendizado e liberdade

Constantemente atacada por seus posicionamentos, tanto no reality quanto por declarações fora da casa, Bianca tenta não dar tanta importância para os comentários negativos. "Acho que as críticas e os haters fazem parte do processo. Já passei por tanta coisa que hoje lido muito melhor com tudo isso. Eu tenho um fandom que me ama demais e me acolhe. Aí eu penso: com tantos comentários bons de pessoas que me amam, me conhecem e me acompanham, porque levar os comentários ruins e maldosos para o coração? Sou contra essa cultura de ódio e cancelamento, que não abre espaço para o diálogo. Todos nós erramos e eu não consigo sustentar essa perfeição imposta pela internet. Eu erro, reflito sobre, aprendo, peço desculpas e sigo o baile", declara.

Além disso, também na última semana, a influenciadora recebeu uma nova enxurrada de críticas após se declarar pansexual. Os comentários são de que ela teria criado uma nova polêmica para se promover, mas a justificativa de Bianca para a identificação com o termo, no entanto, é bem simples. "É gostar de alguém independentemente de gênero. Sou uma mulher livre para amar! Sempre vou usar minha influência para falar sobre a importância do amor livre".

 

Galeria de Fotos

Bianca Andrade Divulgação
Bianca Andrade Reprodução
Bianca Andrade fotos Divulgação

Comentários