O que seu dinheiro preza, gosta e respeita

Vinte dicas preciosas para sua educação financeira

Por Alex Campos

-

DINHEIRO PREZA QUEM TEM METAS, PLANOS, OBJETIVOS

1 Adote metas, planos, objetivos, prioridades: quanto mais significantes, melhor.

2 Toda atenção ao planejamento: expectativas precisam ter começo, meio e fim, além de quantias e prazos.

3 Fases ou etapas da organização têm que valer, têm que funcionar, têm que ser honradas, sob pena de não se chegar a lugar algum.

4 Paciência e perseverança diante dos obstáculos, porque, inevitavelmente, eles virão.

5 Não se deixe desanimar demais e não se deixe entusiasmar de menos.

6 Ajuste o foco na profissão, na carreira, porque é ela que vai balizar os desejos e os sonhos.

7 Até sorte, destino ou predestinação precisam de foco, fibra, doação, dedicação, disciplina, disposição, superação...

DINHEIRO GOSTA DE ORÇAMENTO, MONITORAMENTO E PREVENÇÃO

8 Orçamento (como a crase) não existe para humilhar ninguém.

9 Orçamento não existe para prometer expectativa e entregar frustração, e sim para produzir monitoramento e prevenção.

10 Orçamento precisa levar em conta receitas e despesas, fixas e eventuais, convencionais e extraordinárias.

11 Orçamento define todos os ganhos dentro ou fora do previsto e todos os gastos dentro ou fora do previsto.

12 Orçamento permite saber quando um financiamento vai terminar, para saber quando outro financiamento poderá começar.

13 Orçamento deve ser olhado com desconfiança, principalmente no lado das despesas, a fim de se detectar se tudo ali é mesmo necessário.

14 Orçamento pode ajudar a preencher o vazio entre o consumo e o consumismo, e evitar o vazio entre a felicidade e a frustração.

DINHEIRO RESPEITA INFORMAÇÃO, COMPREENSÃO, ENTENDIMENTO E CONHECIMENTO

15 Se tempo é dinheiro, claro, é importante investir tempo em busca de informação, conhecimento e... dinheiro.

16 Existem muitas perguntas capazes de gerar uma infinidade de respostas, e é essencial que se faça o máximo de perguntas e se obtenha o máximo de respostas.

17 Na Era da Informação, informação não pode continuar sendo negligenciada sob risco de a vida financeira continuar sendo estagnada.

18 Informação é um sistema de formação e transformação que vem da vontade de aprender, da curiosidade de empreender e da necessidade de evoluir.

19 Não se orgulhe da sua desinformação sobre dinheiro... ela não é uma virtude.

20 Sem informação, não é recomendável tomar qualquer decisão, muito menos financeira.

Bom domingo e boa sorte!

Comentários