Temporada de estágios

Meses de agosto e setembro são conhecidos como o segundo período com maior oferta de oportunidades abertas para estudantes

Por Marina Cardoso

EMPREGOS
EMPREGOS -

As férias terminaram e aos poucos os universitários retomam as aulas. Com o início de um novo semestre, surge a oportunidade dos estudantes darem o primeiro passo na carreira profissional. Isso porque os meses de agosto e setembro são conhecidos como a segunda temporada do ano com maior oferta de vagas de estágios. No Rio, há pelo menos seis empresas com oportunidades abertas. 

De acordo com a analista de recrutamento e seleção do Núcleo Brasileiro de Estágios (Nube), Giulia Forte, o período marca o momento no qual turmas se formam, enquanto outras iniciam e, portanto, muitos contratos são encerrados e surgem novas chances para contratações.

"Este mês e o próximo são favoráveis para empresas em busca de novos estagiários, bem como para os estudantes com o anseio de se inserirem no mercado", explica.

Entre as vagas disponíveis, a Fundação oferece cerca de 253 oportunidades em áreas como Administração, Engenharia e Comunicação Social. Já o Grupo Movile está com mais de 100 vagas, inclusive para o Rio. Nesta semana, a Air Liquide abriu inscrições para o Programa de Estágio 2019 (confira no quadro abaixo).

EXPERIÊNCIA

Como o candidato que concorrerá às vagas não tem experiência profissional, afinal o intuito dessa modalidade é capacitá-lo, especialistas indicam o que podem fazer para estarem aptos na disputa. Segundo a diretora-geral do Grupo Capacitare, Débora Nascimento, os estudantes devem investir em cursos de idiomas e saber Pacote Office. 

"Saber um idioma é fundamental, especialmente o inglês. Outros já se destacam com dois. Além disso, programas de informática, como o Pacote Office é um diferencial. Hoje, ter o Excel avançado, por exemplo, faz com que o candidato se destaque muito na seleção", orienta.

Outra dica é treinar antes dos processos seletivos. Pode ser com amigos, em frente ao espelho, ou até por meio de cursos e vídeos na internet. "Se adequar para ter postura adequada ao ambiente corporativo, além de comunicação clara e o português correto. São pontos de extrema relevância nas entrevistas, porém muitos estudantes não se atentam a isso", explica Giulia.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários