Flamengo viaja pressionado para a Colômbia

Time enfrenta protesto de pequeno grupo de torcedores durante embarque no Rio

Por

Jogadores do Flamengo trabalham a parte física no Ninho do Urubu. Santa Fé é importante obstáculo a ser superado na luta pela classificação -

Rio - Apesar dos olhares voltados para a despedida do goleiro Julio Cesar no último sábado, a pressão sobre os jogadores do Flamengo não diminuiu para o confronto com o Santa Fé, amanhã, às 21h45, fora de casa, pela Libertadores da América. Mesmo na liderança no Grupo 4, a situação do clube não é confortável após três rodadas, e uma vitória é fundamental para afastar o risco de outra eliminação precoce no torneio.

O empate em 1 a 1 com o Santa Fé, quarta-feira, no Maracanã, ainda é motivo de preocupação para os torcedores, e nem mesmo a vitória por 2 a 0 sobre o América-MG foi suficiente para esquecer o tropeço em casa. Apesar do resultado positivo no Brasileiro, o rendimento da equipe ficou abaixo do esperado.

No embarque do elenco para Bogotá, na Colômbia, no Aeroporto do Galeão, um pequeno grupo fez cobranças aos atletas, à comissão técnica e à diretoria. O principais alvos das críticas foram o presidente Eduardo Bandeira de Mello, o técnico Mauricio Barbieri e os volantes Jonas e Willian Arão. Bandeira, inclusive, precisou ser escoltado por seguranças do aeroporto.

Na chegada à capital colombiana, o presidente rubro-negro fez questão de minimizar o ocorrido e de concentrar o foco na partida de amanhã. "Eram poucos. Eram poucas pessoas e o importante é que correu tudo bem e vamos tentar ganhar do Santa Fé. O Flamengo está sempre pressionado, é da natureza de quem é grande", disse ao site Globoesporte.com.

JUVENTUS MIRA LUCAS PAQUETÁ

Segundo o site Transfermarkt, a Juventus, da Itália, estaria analisando a contratação de Paquetá. Principal jogador do Flamengo na temporada, o meia de 20 anos tem multa rescisória próxima de R$ 200 milhões, e o clube não deve aceitar uma proposta inferior.

DIEGO VIAJA PARA A COLÔMBIA, MAS AINDA É DÚVIDA

Fora da partida contra o América-MG, sábado, devido a uma lesão na coxa direita, o meia Diego ainda é dúvida para enfrentar o Santa Fé. O camisa 10 viajou com o elenco para a Colômbia, mas a comissão técnica não confirma sua presença no time titular. Já Éverton Ribeiro, desfalque no último jogo por suspensão, e Juan, que foi poupado, são reforços certos na equipe de Mauricio Barbieri Geuvânio e Léo Duarte devem ser sacados.

Na meta do time rubro-negro, Diego Alves volta a assumir a posto de titular após ceder a vaga para a despedida de Julio Cesar. A maior dúvida é a permanência entre os titulares de Willian Arão, que pode dar lugar a Diego, caso o meia tenha condições de jogo.

Além do reforço da altitude de 2.640 metros de Bogotá, o Santa Fé deve poder contar com força máxima. O time colombiano vem de vitória por 2 a 1 sobre o Leones, pelo Campeonato Colombiano, poupando a maior parte dos titulares.

Comentários

Últimas de Esporte