Desde que chegou ao Flu, em abril, João Carlos ainda não marcou - MAILSON SANTANA/FLUMINENSE FC
Desde que chegou ao Flu, em abril, João Carlos ainda não marcouMAILSON SANTANA/FLUMINENSE FC
Por

Rio - Contratado após uma passagem de destaque pela Cabofriense no Carioca, João Carlos chegou timidamente às Laranjeiras. Desconhecido para boa parte da própria torcida, o jogador, agora, está sob os holofotes no Fluminense.

No jogo contra o Grêmio, o atacante Pedro, um dos artilheiros do Brasileiro, com cinco gols, sofreu uma lesão muscular e a previsão inicial é de que ele fique fora por três semanas, voltando apenas ao time após a Copa do Mundo. Até lá, nas quatro rodadas que restam até a parada para o Mundial, João Carlos assume o comando do ataque tricolor

"O João entrou bem, segurou a bola na frente, não estava ansioso. Perdi o Ayrton (lateral-esquerdo), perdi o Pedro, mas o trabalho vai continuar. Pedro é jovem e é um atleta que quase não se machuca. É uma pena, mas vamos superar. Sem o Pedro, joga o João Carlos, mas são sei se terei banco de reservas. O Pablo Dyego pode atuar, mas não é de ficar centralizado, não é a dele. Temos que começar a medir um pouco as coisas. Às vezes é melhor perder um jogador em um jogo do que em cinco ou seis", disse o técnico Abel Braga.

Para o jogo contra o Paraná, Pedro é desfalque certo, mas Abelão contará com Marcos Junior e Gum, poupados do jogo em Porto Alegre por causa de desgaste muscular.

"Ainda não estou pensando no Paraná, não dá para hoje dizer o que vou fazer. Cada jogo vamos usar uma estratégia levando em consideração o que tem de melhor nas características dos meus jogadores e do adversário", completou Abel.

Os jogadores do Fluminense se reapresentam hoje no CT da Barra da Tijuca para retomar os treinos.

Nos bastidores, o presidente Pedro Abad se movimenta para contratar um novo executivo para o futebol, na vaga deixada por Paulo Autuori, que pediu para sair no início desta semana. Depois do jogo contra o Grêmio, ABel negou que estivesse insatisfeito com a saída do dirigente: "Me identifico demais com o clube. E enquanto estiver feliz, estou dentro".

 

Você pode gostar
Comentários