Após festa polêmica, apoiador pede dispensa de concentração da seleção mexicana

Imprensa local afirma que a dispensa de Hererra tem relação com o flagra

Por ESTADÃO CONTEÚDO

Héctor Herrera
Héctor Herrera -

México - Um dos principais jogadores do México que jogará a Copa do Mundo da Rússia, o meia Héctor Herrera pediu dispensa da concentração da seleção nesta quarta-feira para viajar a Portugal e resolver problemas pessoais.

A Federação Mexicana informou que o meia, que atua no Porto, recebeu permissão especial para se ausentar das atividades da equipe e que ele estará de volta na quinta-feira. O México fará um amistoso contra a Dinamarca no próximo sábado, em Brondby.

A seleção mexicana já está treinando em Copenhague, capital dinamarquesa, desde terça-feira. O amistoso é o último antes da estreia da equipe treinada por Juan Carlos Osorio no Mundial. Os mexicanos, que integram o Grupo F, iniciam a caminhada na Copa do Mundo diante da Alemanha, atual campeã mundial, no dia 17, em Moscou.

Segundo a imprensa mexicana, a dispensa de Hererra tem relação com o fato de ter sido flagrado junto com outros jogadores em uma festa no último sábado, logo após o amistoso contra a Escócia, no Estádio Azteca. Guillermo Ochoa, Carlos Salcedo, Jesús Gallardo, Giovani e Jonathan dos Santos, Raúl Jiménez, Jesús Corona e Marco Fabián foram os outros atletas flagrados na noite.

O zagueiro Diego Reyes também não treinou nesta quarta, mas por outro motivo. Ele está lesionado e realizou exercícios específicos com o fisioterapeuta. Por outro lado, o volante Andrés Guardado voltou a treinar com bola e está perto de poder retornar aos gramados.

Últimas de Esporte