Mistério sobre a escalação de Guerrero

Ricardo Gareca esconde o jogo e não garante a presença do craque contra a Dinamarca

Por

De volta a uma Copa do Mundo após 36 anos, o Peru vive a expectativa pela presença de Paolo Guerrero entre os titulares no jogo de estreia, hoje, às 13h, em duelo equilibrado com a Dinamarca. Maior artilheiro da história do país e referência da seleção peruana, o atacante foi reserva nos dois últimos treinos comandados pelo técnico Ricardo Gareca.

"Essas decisões são muito difíceis. Guerrero está muito bem, fisicamente e psicologicamente, está em boas condições como todos os outros do grupo. Vou esperar até o último momento para definir os titulares", despistou o treinador, mantendo mistério sobre a escalação.

Liberado para disputar o Mundial há duas semanas, após receber punição de 14 meses por doping, Guerrero entrou em campo duas vezes desde que conseguiu a liminar na Justiça suíça marcou dois gols na vitória por 3 a 0 sobre a Arábia Saudita e passou em branco no empate em 0 a 0 com a Suécia.

Pelo lado da Dinamarca, o principal destaque é o meia Christian Eriksen, artilheiro da equipe nas Eliminatórias, com 11 gols. Atualmente no Tottenham, ele é um dos mais cotados para substituir Iniesta no Barcelona, que pode desembolsar até 225 milhões de euros (R$ 992 milhões) para contar com seu futebol, mas conta com a concorrência do Real Madrid.

Apesar de terem se classificado para o Mundial apenas na repescagem, as duas seleções estão cotadas para conseguir uma vaga nas oitavas de final. O confronto de hoje é encarado como briga direta pela segunda colocação no Grupo C, já que a França tem o favoritismo disparado pela liderança e a Austrália corre por fora na disputa.

Comentários

Últimas de Esporte