Tragédia em estádio da Copa do Mundo de 2022 deixa Catar sob alerta

País vem sendo criticado internacionalmente por suposta falta de segurança e nesta terça um trabalhador morreu em acidente

Por ESTADÃO CONTEÚDO

Estádio Khalifa Internacional, que será usado para o Mundial do Catar, em 2022
Estádio Khalifa Internacional, que será usado para o Mundial do Catar, em 2022 -

Catar - Órgão vinculado ao governo do Catar, o Comitê Supremo para Entrega e Legado revelou que um operário do Nepal morreu nesta terça-feira enquanto trabalhava nas obras do estádio que está sendo erguido na cidade de Al Wakrah. A arena vai receber jogos da futura Copa do Mundo de 2022.

Segundo o Comitê, que equivale ao Comitê Organizador Local da Copa (COL), o trabalhador tinha 23 anos. O órgão não revelou a causa da morte e nem as circunstâncias do acidente. O Comitê disse que "envia suas mais profundas condolências à família neste momento".

O órgão também informou que notificou autoridades do próprio Catar e do Nepal e avisou que vai abrir investigação para apurar as causas da morte. "Detalhes sobre o incidente serão divulgados no momento adequado", informou o Comitê, em comunicado oficial.

Desde que iniciou as obras para o Mundial, o Catar vem sendo criticado internacionalmente por suposta falta de segurança e mortes na construção dos estádios e também no trabalho na infraestrutura das suas cidades.

Em outro caso que chamou a atenção no Catar, o operário britânico Zachary Cox morreu em janeiro do ano passado, ao sofrer uma queda de 40 metros na construção do Khalifa International Stadium. Autoridades britânicas culparam o país-sede da Copa de 2022 por condições perigosas de trabalho.

Últimas de Esporte