Recomeço do Brasil após a frustração na Copa do Mundo

Seleção faz amistoso contra os Estados Unidos. Tite deixa a garotada no banco

Por O Dia

Paquetá, uma das novidades de Tite, dá combate a Neymar no treino
Paquetá, uma das novidades de Tite, dá combate a Neymar no treino -

Estados Unidos - Dois meses após a decepção na Copa da Rússia, o Brasil inicia contra os Estados Unidos, nesta sexta-feira, às 21h (de Brasília), em Nova Jersey, novo ciclo visando ao hexa no Catar-2022. Antes, porém, terá um teste de fogo na Copa América de 2019, em casa. Ciente disso, o técnico Tite levou aos EUA 12 jogadores que não estavam no Mundial seis estreantes e sacrificou pesos pesados como Marcelo, Miranda e Gabriel Jesus.

A expectativa está em jovens como Lucas Paquetá (Flamengo), Andreas Pereira (Manchester United), Arthur (Barcelona) e Fabinho (Liverpool). O que não tira a responsabilidade da vitória dos ombros do astro da companhia: Neymar. O atacante do PSG, ao lado de Thiago Silva, Casemiro e Philippe Coutinho, tem a missão de comandar a equipe. Terça-feira, o adversário será El Salvador.

LIGA DAS NAÇÕES

Quem já entrou em ação foram Alemanha e França, que ficaram no 0 a 0, em Munique, pela primeira rodada do Grupo 1 da Liga das Nações, novo torneio de seleções da Uefa o grupo ainda conta com a Holanda. Pressionados, os atuais campeões mundiais foram salvos pelas defesas do goleiro reserva Aréola, do PSG.

Portugal e Croácia também foram a campo, mas em amistoso realizado no Algarve. Sem Cristiano Ronaldo, os donos da casa ficaram no 1 a 1 com os vice-campeões mundiais gols de Pepe e Perisic. Os lusitanos estreiam na Liga das Nações segunda-feira, contra a Itália, em Lisboa, e os croatas, na terça-feira, em Elche, contra a Espanha.

Comentários

Últimas de Esporte