Clube italiano é acusado de machismo por usar adolescentes vestindo roupas curtas como gandulas - Reprodução
Clube italiano é acusado de machismo por usar adolescentes vestindo roupas curtas como gandulasReprodução
Por O Dia

Itália - O clube italiano da Terceira Divisão Virtus Vicenza está sendo acusado de atitudes machistas e sexistas, por usar meninas adolescentes trajando roupas curtas como gandulas.

As meninas são atletas de vôlei Sub-16 do clube. Elas vestem camisetas e shorts que deixam partes de seus corpos à mostra e trabalham repondo as bolas que ultrapassam as linhas do campo. Contudo, Renzo Rosso, presidente do clube, e dono da marca de roupas 'Diesel', presente no uniforme das jovens e do time de futebol, afirmou que a iniciativa é uma ideia de trazer visibilidade para o esporte feminino, já que os torcedores que frequentam o estádio passariam a conhecê-las.

Clube italiano usa adolescentes trajando roupas curtas como gandulas - Reprodução

Após a polêmica surgir nas redes sociais, o time de vôlei afirmou no Instagram que acreditam que a iniciativa é nobre. O dirigente do clube também se defendeu das acusações falando que as roupas utilizadas pelas meninas são normalmente utilizadas no cotidiano de jovens.

 

 

 

Você pode gostar