Ex-apresentador do 'Globo Esporte' receberia R$ 60 mil mensais na Record; saiba detalhes!

Exigências fizeram com que a emissora voltasse atrás nas negociações

Por O Dia

Ivan Moré
Ivan Moré -
Rio - O que já era dado como certo, parece ter desandado. O apresentador Ivan Moré, ex-"Globo Esporte", está fora dos planos da Record a curto prazo. Mesmo com um salário de fazer inveja acertado na casa dos R$ 60 mil mensais, ele fez uma exigência que não agradou em nada a emissora, e o negócio acabou melando.
Ivan não abriu de receber um contrato como pessoa jurídica, sem descontos e com garantia de emprego de três anos. A Record não aceitou. A emissora o queria com carteira profissional assinada, muitos descontos no contracheque e passível de dispensa a qualquer momento, 
Mesmo assim, a negociação ainda não é tratada como encerrada, mas a Record já teria decidido que não avançará com as conversas caso Moré não recue da exigência de ser contratado através de uma empresa que ele é dono. 
Até alguns anos atrás, a contratação através de pessoa jurídica era uma norma comum para salários altos, tanto na Record como na Globo. Porém, uma série de ações na Justiça fizeram com que as duas emissoras mudassem essa política.
Vale lembrar que o apresentador era presença certa na transmissão dos Jogos Pan-Americanos de Lima. Ele iria ancorar a competição, mas emissora já voltou atrás. Em seu lugar, Mylenna Ciribelli volta a ocupar o lugar de destaque que seria de Moré. As novas chamadas para as transmissões do evento que acontece em julho serão gravadas nesta quarta-feira.

Comentários