Apresentadora do Grupo Globo revela que sofreu depressão pós-parto

Jornalista revelou que teve dificuldades para cuidar do primeiro filho quando ele nasceu

Por O Dia

Glenda Kozlowski deixou o Esporte Espetacular em 2016 e passou a ser narradora e fazer reportagens na emissora carioca. Hoje, ela apresenta o 'Tá na área', do Sportv
Glenda Kozlowski deixou o Esporte Espetacular em 2016 e passou a ser narradora e fazer reportagens na emissora carioca. Hoje, ela apresenta o 'Tá na área', do Sportv -
Rio - A apresentadora Glenda Kozlowski, do Grupo Globo, revelou que sofreu depressão pós-parto ao dar a luz ao seu primeiro filho, Gabriel, hoje com 23 anos. Em entrevista ao portal "UOL", ela afirmou que que perdeu a mãe poucos meses antes do parto e, devido ao fato de lidar com alegria e tristeza ao mesmo tempo, teve dificuldades para cuidar do bebê.
"Eu tive uma depressão muito severa, parei de amamentar porque tive que tomar remédios. Não lidei bem com o início da maternidade, eu não conseguia fazer aquilo, eu sentia muita falta da minha mãe. Foi um processo de um ano muito difícil", afirmou a jornalista.
Glenda também ressaltou as dificuldades de conciliar a rotina intensa de jornalista com a presença na vida do filho. 
"Ele não tinha mãe, né? Eu estava nos Estados Unidos, então o Gabriel é americano. Quando voltei e fui contratada pela Globo, ele tinha três meses. E aí como é que faz? Eu trabalhava 20 horas por dia. A infância do Gabriel foi muito turbulenta. E isso é difícil. Fui mãe com 20 anos de idade. Se parar para pensar, dos 0 aos 10 anos dele, eu saí de 20 para 30 anos. Continuava sendo nova. O Gabriel sentiu muito. Ele chegou a ir morar com o pai, queria uma estrutura, uma base. Antes dele ir embora para Portugal fazer faculdade, ele falou: 'mãe, eu sofri bastante com a sua ausência, mas hoje entendo tudo o que você fez por mim, então eu quero te agradecer muito tudo'", completou.

Comentários