Galvão Bueno - Reprodução
Galvão BuenoReprodução
Por O Dia
Rio - Na última sexta-feira a morte do ídolo brasileiro da Fórmula-1, Ayrton Senna completou 26 anos. Amigo do tricampeão, o narrador Galvão Bueno opinou sobre como teria sido a vida de Senna caso ele não tivesse morrido de forma trágica durante o GP de Imola em 1994.
"Estaria com 60 anos, talvez sendo um grande empresário, um político importante. Fazendo o que fosse, ele estaria preocupado com o lado social. Senna cometeu atos de caridade e benevolência que ninguém ficou sabendo. Ele aparelhou hospitais infantis e nunca falou", disse em um comunicado escrito para a TV Globo.
Publicidade
No próximo domingo, a emissora vai transmitir, durante o Esporte Espetacular, a íntegra do Grande Prêmio do Japão de 1988, a corrida do primeiro título de Ayrton Senna, com a narração original de Galvão Bueno.