Adeus, quarentena!

Elenco do Bangu volta a campo para treinamentos de olho no retorno do Estadual

Por Danillo Pedrosa

Após dois meses longe dos gramados, Bangu está de volta às atividades desde a última terça-feira, em Moça Bonita. Em fase de recondicionamento, e de olho no retorno do Campeonato Carioca, o elenco tem feito apenas treinos físicos, exceto os goleiros, que já trabalham com bola. A prioridade agora é prevenir possíveis lesões.

Por orientação do protocolo "Jogo Seguro", elaborado pela Ferj e assinado por quase todos os clubes da Serie A do Estadual - apenas Botafogo e Fluminense recusaram -, o clube tem trabalhado com 23 atletas no plantel, que se dividem em dois grupos para realizar, em horários distintos, as atividades com o preparador físico Fabrício Abreu, acompanhados do fisiologista Bruno Barrosa e do auxiliar técnico Wagner Duarte, além da supervisão dos médicos Rômulo Capello e Fernando Mattar.

"A gente fez um treino espelhado com espaçamento de dois metros entre os atletas e o trabalho de força está sendo feito em cadeia cinética fechada no gramado", explicou Fabrício, que, até o retorno aos gramados, comandava as atividades em reuniões virtuais com os atletas e outros membros da comissão.

Ainda seguindo as diretrizes do "Jogo Seguro", o único representante da Zona Oeste na elite estadual tem tomado uma série de prevenções ao contágio por covid-19. Isto inclui testes periódicos para o novo coronavírus em jogadores, membros da comissão técnica e funcionários, procedimento que foi realizado nos dias 15 e 22 de maio, e na última terça-feira, data da reapresentação do elenco.

Além disso, o clube realiza em todos os sábados um processo de sanitização do Estádio Moça Bonita para evitar a propagação de vírus, inclusive do causador da covid-19, e fungos, seguindo as normas da Anvisa. Até agora, foram realizadas quatro aplicações, nos dias 2, 10, 14 e 22 de maio. 

Concentração em hotel

Para preservar a saúde dos atletas e funcionários e mantê-los em isolamento pelo maior tempo possível, jogadores, membros da comissão técnica e demais profissionais envolvidos nas atividades diárias do Bangu estão hospedados em um hotel desde a última segunda-feira, e permanecerão por lá nas próximas duas semanas.

Vans contratadas pelo clube são responsáveis peça ida dos funcionários ao Moça Bonita e retorno ao hotel. Os veículos passam por higienização antes, durante e depois do transporte da equipe.

Só podem acessar as dependências do clube os profissionais testados para covid-19 e envolvidos nas atividades. Também estão sendo disponibilizados álcool a 70% e espaços para lavar as mãos com água e sabão, e o clube ainda monitora as regras de distanciamento social para evitar aglomerações.

Vídeo exibe a nova rotina

O Bangu publicou no canal do clube no Youtube (TV Bangu) um vídeo para mostrar um pouco da rotina do elenco no retorno às atividades em campo. A produção, que tem pouco mais de quatro minutos, mostra o hotel, a van contratada pelo clube, um pouco das atividades e até os testes para covid-19 na última terça.

Logo no início do vídeo, o zagueiro Michel se mostra animado com o retorno e deixa um recado para a torcida alvirrubra: "Alô, torcida do Bangu! Aqui quem está falando é o Michel, capitão da equipe. Estou passando para dizer que estamos de volta aos treinos e já, já estaremos juntos", projetou o jogador.

O volante Felipe Dias também participou da ação. Assim como todos os companheiros de equipe que aparecem na produção - exceto quando estão em campo -, ele usava uma máscara facial personalizada com o escudo do clube.

"Vamos, Bangu! De volta aos treinos. Mais um dia de trabalho", disse o camisa 6.

Expectativa de recuperação na Taça Rio

A campanha do Bangu no primeiro turno do Campeonato Carioca foi abaixo das expectativas, mas a equipe tem dado sinais de que pode se recuperar. Depois de amargar a vice-lanterna do Grupo A na Taça Guanabara, o Alvirrubro ocupa a terceira posição na Taça Rio, com quatro pontos, dois a menos que o Boavista, segundo colocado, e está na briga por uma vaga nas semifinais — os dois primeiros de cada grupo se classificam.

Restam duas rodadas para o fim da fase de grupos da Taça Rio, e o Bangu ainda tem dois confrontos pela frente: o líder Flamengo, com 100% de aproveitamento no segundo turno, e a lanterna Cabofriense, que ainda não somou pontos.  A boa notícia é que o Boavista também encara o Rubro-Negro, mas só na última rodada. Botafogo, com quatro pontos e Portuguesa, com 3, também estão vivos na disputa.

As datas dos confrontos ainda não foram definidas, já que a Ferj e o governo do Rio ainda não têm previsão para o retorno das partidas. É muito provável que o Estadual seja concluído sem público nos estádios.

Comentários