Brasileiro que defende clube de ex-modelo da Playboy fala sobre volta do futebol: 'Não vejo a hora'

Meia revelado pelo Botafogo também revelou como foi a preparação física durante a pandemia

Por Lucas Oliveira

Romário Pires
Romário Pires -
Rio - Seguindo os passos da maioria dos campeonatos europeus, a Romênia também anunciou a volta do campeonato do local para o próximo fim de semana. Perto de completar um década na Europa, o meia Romário Pires, do Hermannstadt, comentou sobre a expectativa pela volta do futebol no país.

"Estou realmente muito ansioso por esta volta, esses dois meses de isolamento foram bem difíceis, então não vejo a hora de poder voltar a jogar novamente. O país adotou normas duras, mas que foram válidas, claro que ninguém gosta de ficar dois meses trancado em casa, mas no final das contas eu e minha família agradecemos a esse período, ficamos mais tempo juntos, coisa que não acontecia a bastante tempo". 

O retorno do futebol no Brasil tem dado o que falar, dúvidas sobre de como e se ainda é possível o retorno. O meia comentou como foi pelos clubes para que não houvesse perda da preparo físico e também falou sobre o controle do Covid-19 entre os atletas.

"Estamos seguindo um protocolo, com o teste do Covid-19 sendo feito constantemente. Profissionalmente falando, nós tivemos uma programação semanal com o preparador físico, que tentou nos manter pelo menos com o básico da forma física", revelou Romário.

Cria da base do Botafogo, Romário deixou o Brasil em 2012, após o Campeonato Carioca, na ocasião jogando pelo Duque de Caxias. Quando perguntado sobre retorno, o jogador não titubeou.

"Eu saí do Brasil em 2012, já são 8 anos fora. Não vou mentir que não tenho saudades, porque as vezes da vontade de estar perto dos amigos de infância, da família que ficou aí. Mas aqui eu fui muito bem recebido fiz amigos, minha esposa é romena, então não me vejo voltando pro Brasil para jogar ou morar. Mas amo meu país", afirmou.

Durante a quarentena, o Hermannstadt chamou a atenção do todo mundo. O clube foi adquirido por Anamaria Prodan, ex-modelo da Playboy. O que parece inusitado para quem lê a notícia, é tratado com muita naturalidade pelos romenos e Pires, como é chamado o meia, explica o motivo.

"Ela é uma agente de futebol muito bem sucedida não só no país, mas também como em alguns países estrangeiros. Ela é um personagem muito ativa no futebol local e muito respeitada também. Esperamos que ela possa fazer um bom trabalho na nossa equipe", concluiu Romário.

Comentários